A Secretaria de Saúde do Espírito Santo denunciou a “inspeção” feita no Hospital Dório Silva, em Serra, na região metropolitana de Vitória, por deputados bolsonaristas.

 

Foi uma resposta ao pedido do presidente Jair Bolsonaro para que as pessoas fotografassem e filmassem hospitais onde estão internadas pessoas com a covid-19.

Estavam presentes os deputados estaduais Torino Marques (PSL), Danilo Bahiense (PSL), Capitão Assumção (Patriotas), Vandinho Leite (PSDB) e Lorenzo Pazolini (Republicanos).

Nenhum dele é médico.

O deputado Torino Marques divulgou imagem nas redes sociais demonstrando que estava protegido, mas não teve a mesma precaução com os pacientes do hospital invadido, de acordo com nota da Secretaria de Saúde:

A Secretaria de Saúde (Sesa) manifesta repúdio à invasão das instalações do Hospital Dório Silva, no município da Serra, por alguns deputados estaduais e outras pessoas estranhas ao ambiente hospitalar.

É inadmissível esse tipo de atitude, no momento em que o Espírito Santo, o País e o mundo enfrentam a mais grave crise de saúde em nossa geração. Mais grave é o fato de que tal atitude foi insuflada por uma declaração irresponsável do chefe da Nação.

Tal atitude intempestiva, por parte dos invasores, colocou em risco pacientes e servidores, já que estes indivíduos quebraram todo tipo de protocolo sanitário, transitando em alas destinadas a pacientes com Covid e alas de outras enfermidades.

Além da violação do direito à imagem de todas as pessoas constrangidas pelos invasores por meio da captação de imagens sem autorização, o ato é um desrespeito aos familiares que, devido a esses protocolos, não podem sequer ter contato com seus entes queridos.

Lamentamos o ocorrido e clamamos que as autoridades constituídas tenham dimensão de suas responsabilidades neste momento.

Esta Secretaria nunca se furtou de prestar informações ao Legislativo e a toda sociedade Capixaba. Contudo, a legislação prescreve todas as vias legais e não será o abuso de poder e a intimidação que nos levará a superar essa pandemia.