Desfalcado de 16 profissionais em virtude da covid-19, o Clube do Remo foi atropelado pelo Vila Nova, neste sábado (23): 5 a 1, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga.

Foi de virada. Para dar emoção. Ao estilo que o torcedor do Vila Nova conhece bem. Gilberto Alemão, do Remo, abriu o placar para os paraenses aos 10 minutos de jogo, mas Talles empatou aos 25,  virou aos 37 e Alan Mineiro colocou mais uma para dentro, de falta aos 47, colocando o Tigrão de vez na frente.

Já na etapa final brilhou a estrela do artilheiro Henan, que fez dois gols, aos 13 e aos 24 minutos, e chegou à dez na terceira divisão.

Com este resultado, o Tigre pode perder até por três gols de diferença no próximo sábado, em Belém, que ainda assim leva o título da Série C pela terceira vez (já faturou o torneio em 1996 e 2015).

Ao G1, o técnico Márcio Fernandes disse que é preciso conter a euforia: “Lá em Belém é outro jogo, a gente tem que fazer o melhor sempre para levar esse título. Temos que manter tranquilidade e humildade, é pé no chão”, frisa.

Alan Mineiro chegou so seu centésimo gol na carreira, 37 no Vila Nova. Henan está um gol de empatar a artilharia com  Willian Lira, do Ferroviário-CE, que tem 11.

“Fizemos 50% do nosso trabalho e ainda temos um jogo muito importante lá em Belém. Estamos pensando também no jogo da segunda-feira, pela Copa Verde, onde não podemos perder e também no jogo de quinta pelo Campeonato Goiano. Então não vamos comemorar nada antes da hora, cada jogo é um jogo e precisamos focar para garantir o título fora de casa”, afirmou o camisa 9 do Vila.

Primeiro tri-campeão

Caso o Vila Nova conquiste o título em Belém, no jogo da volta, o time chegará ao tricampeonato se tornará o maior campeão da Série C do Campeonato Brasileiro. Para o artilheiro do Tigre, o título é essencial para os atletas.

“Para um clube com o tamanho do Vila o acesso é mais que uma obrigação. Nós, mais experientes, falamos para os jogadores mais novos que não é todo dia que você joga uma final de Campeonato Brasileiro e sendo tricampeão com a camisa do Vila nos coloca na história do clube. Então precisamos da vitória para conquistar o título, pois o acesso não foi mais que a nossa obrigação”, enfatizou Henan.

Mais decisões

Em menos de uma semana, o Vila Nova terá três decisões. Nesta segunda-feira (25), o Vila já volta à campo, para mais uma partida decisiva. O time goiano enfrenta o Palmas, do Tocantins, a partir das 16h, pelas oitavas de final da Copa Verde. Apenas três dias depois, na quinta-feira, o Tigre enfrenta o Goiânia, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Goiano, precisando vencer para garantir uma vaga na fase de mata-mata.

Assista aos gols de Vila 5 x 1 Remo:

Com informações do G1, BOL e Esporte do Interior