Em entrevista ao Antagonista, Luís Miranda foi questionado se “gravou o presidente” Jair Bolsonaro na reunião em que denunciou suspeitas de corrupção na compra da Covaxin.

Do DCM

“Tinha duas pessoas na sala. Três, com ele. Eu, como parlamentar, não gravaria… Mas vamos mudar esse assunto, por favor”, disse ele, insinuando que a resposta é “sim”.

 

Após insistência do repórter, ele prosseguiu:

“Eu só quero que ele não continue mentindo. Só isso”.