Escoltados pela Guarda Nacional Bolivariana, os caminhões do governo do presidente Nicolas Maduro, os caminhões atravessam a fronteira com o Brasil, em Santa Helena do Uiarén (Venezuela), transportando o equivalente a 18 mil cilindros de oxigênio para o povo de Manaus.

 

O silêncio  da grande imprensa brasileira não impede a importância imensa e histórica do gesto grandioso e humanitário do governo bolivariano.

Maduro faz mais pelos brasileiros de Manaus que a dupla Bolsonaro/Pazuello.