Matheus Santos da Silva, 23 anos, estava desaparecido desde a manhã de segunda-feira, 25, quando se distanciou de familiares em uma das trilhas dentro da unidade de conservação.

A direção do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) acaba de emitir nota informando que foi encontrado o corpo do estudante Matheus Santos da Silva, 23 anos, que estava desaparecido desde a manhã de segunda-feira, 25, quando se distanciou de familiares em uma das trilhas dentro da unidade de conservação.

“O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros informa, com pesar, que o corpo de Matheus Santos da Silva, 23 anos, visitante que estava desaparecido desde segunda (25), foi encontrado próximo a uma cachoeira no rio Preto. As medidas para retirada do corpo da água e entrega ao IML estão sendo tomadas por equipes do Corpo de Bombeiros de Goiás, Parque Nacional, Sociparques e voluntários locais”, diz a nota.

Ocorrência

De acordo com as informações, o desaparecimento de Matheus Santos da Silva, 23 anos, no interior do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV), na segunda-feira, 25, aproximadamente às 9:00 horas, se deu quando,  acompanhado de familiares (irmão, nora e sobrinha) adentrou o Parque pela trilha amarela que leva aos atrativos Correderias, Mirante do Carrosel e Saltos.

Nas imediações das Corredeiras, por volta das 10:00 horas, o irmão do desaparecido, Fabiano Silva, afirma que Matheus se distanciou dos familiares, seguindo correndo pela trilha, até não ser mais encontrado. A família então resolveu seguir para as corredeiras, permanecendo até as 13:00 horas. Na sequência, diante da ausência do irmão, retornaram pela trilha, indo até o Mirante do Carrosel e Mirante do  Salto, sem encontrar o Matheus. Na sequencia seguiram o circuito da trilha amarela retornando para o Centro de Visitantes (CV) às 16:00 horas.

Ainda não se sabe o que levou o jovem estudante ao afogamento na região dos Saltos do rio Preto, dentro do PNCV. FOTOS: Jornal O VETOR

Ao chegarem no CV verificaram com a Sociparques (empresa concessionária) se Matheus havia saído do parque, o que não se confirmou. Por volta das 20:00 a equipe da Sociparques realizou a primeira busca (noturna) indo até o a cachoeira dos Saltos de 80 metros, onde encontraram na água apenas um pé de chinelo de Matheus.

Na manhã de terça-feira, 26, foram mobilizadas duas equipes de buscas que percorreram toda a trilha amarela e seus atrativos, vasculhando o leito do rio Preto, entretanto sem nenhum sinal do desaparecido.

A família realizou Boletim de Ocorrência de desaparecimento junto a Polícia Civil, e acionou equipe do Corpo de Bombeiros Militar em Planaltina de Goiás, que passou a  coordenar a operação, reforçada com três mergulhadores e mais dois militares para buscas terrestres. Além do efetivo que já estava em operação de campo (11 pessoas), somaram-se mais três funcionários da Sociparques, que ampliaram a área de busca para a trilha Cânion/Cariocas. Como resultado, o segundo pé do chinelo do Matheus foi encontrado no poço do Salto 80.

O grupamento enviou mergulhador para buscas no rio Preto. No período da tarde as equipes de buscas (Sociparques e ICMBio) percorrerão todas as demais trilhas do PNCV (Cânios/Cariocas e Sete Quedas) para verificar a possibilidade remota de encontrar o desaparecido nas trilhas do PNCV.

Ontem, quarta-feira (27), as buscas seguiram com três bombeiros mergulhadores, quatro bombeiros em buscas terrestres com dois cães, além de dois brigadistas do Parque Nacional, que, ao final da tarde, encontraram o corpo no estudante próximo a uma cachoeira no Rio Preto.

Fonte: Jornal O Vetor

TRAGÉDIA – Encontrado corpo de estudante desaparecido no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.