Sugestões de representantes da educação superior serão levadas ao Plano de Governo”, diz Vanderlan.

O candidato se reuniu com representantes do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Educação Superior do Estado de Goiás.

Um projeto para implantação do Prouni Municipal deverá ser discutido no plano de governo da coligação Goiânia em um Novo Momento, indicou o candidato à prefeitura Vanderlan Cardoso (PSD) em reunião nesta quarta-feira, 30/9, com representantes do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Educação Superior do Estado de Goiás (Semesg).

O Programa Universidade Para Todos, do Governo Federal, teve sua versão municipal na gestão de Vanderlan na prefeitura de Senador Canedo e consiste na concessão de bolsas de estudos em cursos superiores. “Fizemos em Senador Canedo e foi muito bom para os estudantes, com parte do ISS (Imposto sobre serviços) sendo revertido em bolsas de estudos para o acadêmico carente”.

Para o presidente do Sindicato, Jorge de Jesus, a experiência bem-sucedida de Vanderlan em Senador Canedo anima o segmento, pois ele já sabe o que funciona. “Nós já fizemos os estudos, levantamos as necessidades e agora vamos apresentá-los ao candidato para que o Prouni, ou Bolsa Universitária Municipal, se torne uma realidade em Goiânia”.

O professor Paulo Gonçalves, da Fasam, reforçou que a mantenedora das instituições pede a redução de alíquota para 3% ou 2 %. “Os acertos financeiros com alunos é muito sofrido. É de dar dor no coração. O esforço do aluno é visto, mas não temos como diminuir valor de mensalidade, pois estamos trabalhando dentro do limite”, explicou ao ressaltar a necessidade do apoio financeiro aos alunos mais necessitados, especialmente com os impactos da pandemia.

“Acompanhei a transformação da educação e da saúde em Senador Canedo e parabenizo o Vanderlan pela excelente gestão no município. Lembro também de bons projetos como o de ortodontia – que beneficiou milhares de jovens na cidade”, ressaltou Iury Oliveira, diretor acadêmico da Universidade. O candidato disse que todos os bons projetos implantados em sua gestão serão trazidos para Goiânia.

Participaram da reunião o presidente do Semesg, Jorge de Jesus, professor Paulo Gonçalves, Ricardo Correia, Italo de Castro, Iury Oliveira, Celso Pinto Faria e Renato Barros, todos da Fasam, além dos vereadores Paulo Daher (PMN Goiânia) e Lucas do Galdino (PSC Bonfinópolis) e o presidente da associação internacional De Liro de Saron, Joaquim Francisco Oliveira.