Senador desejou restabelecimento para prefeito eleito e disse que estará no senado a disposição de Goiânia.

Em entrevista coletiva no seu comitê de campanha, o senador Vanderlan Cardoso (PSD) agradeceu aos apoiadores e os votos recebidos no segundo turno. E reconheceu a vitória de Maguito Vilela (MDB) nas eleições.

Vanderlan Cardoso desejou um pronto restabelecimento de Maguito, que ainda encontra-se internado no Hospital Albert Stein, em São Paulo, para o tratamento do coronavírus, e disse que vai continuar ajudando Goiânia no Senado. “Disputei a eleição com o prefeito Iris Rezende, e depois, como senador, garantimos muitos recursos para Goiânia. Vamos continuar ajudando Goiânia no Senado”, prometeu.

Analisando a campanha, Vanderlan disse que faltou debate. Ele salientou que esta foi uma disputa atípica, com 16 candidatos, e tendo o seu principal adversário internando noutro Estado. Na sua opinião, a falta de debate levou ao aumento vertiginoso no número de abstenções, votos brancos e nulos que nestas eleições superaram 400 mil sufrágios.

“O resultado foi positivo, fizemos uma campanha bonita, desde o primeiro turno,. Disputamos com 16 e fomos ao segundo turno., onde não  tivemos com quem debater. Foi uma campanha atípica, com o principal concorrente lutando pela vida num leito de UTI em São Paulo e o vice não saiu para o debate. E o eleitor ficou confuso. Tivemos quase 400 mil eleitores, que entre abstenção, nulos e branco e esta falta de debate influenciou o eleitor a não ir votar”, opinou.

Vanderlan disse que não será candidato em 2022. “Já disse isto em entrevistas e isto está decidido”, garantiu.  O candidato agradeceu ao governador Ronaldo Caiado (DEM) pelo apoio, assim como ao presidente do partido, Vilmar Rocha e ao ex-senador Wilder Morais, seu candidato a vice.

O senador voltou a cutucar o presidente do MDB, Daniel Vilela, dizendo que “a história dirá o que ele fez nesta campanha”, numa alusão as acusações de uso de fake news de parte a parte. Ele também disse que “além do esconde-esconde, esta campanha teve censura a um importante instituto de pesquisa, o que foi lamentável”, concluiu.