Respostas imunológicas em idosos foram similares às encontradas nos testes em jovens, com vantagem de produzir menos efeitos colaterais, anuncia Astrazeneca.

Jornal GGN – Os ensaios da vacina de Oxford contra o novo coronavírus “oferecem uma esperança para os idosos”, escreveu o jornal Financial Times nesta segunda (26).

O laboratório Astrazeneca anunciou hoje que os testes em idosos produziram uma resposta imunológica “robusta”, similar ao que foi aferido na fase com voluntários jovens e adultos. Há ainda a vantagem de produzir menos efeitos colaterais nos idosos, confirmando o resultado dos testes de segurança do imunizante.

PUBLICIDADE

“É encorajador encontrar respostas imunológicas similares entre idosos e mais jovens, e que os efeitos colaterais tenham sido menores no primeiro grupo, que tem maiores chances de ter o quadro agravado pela Covid-19”, disse um porta-voz da AstraZeneca à agência de notícias Reuters.

Segundo o Financial Times, os dados do estudo que avaliou a capacidade da vacina em produzir anticorpos neutralizantes em idosos serão divulgados em breve em uma publicação científica.