Pareceriz entre a Cicopal e a UFG produz equipamentos para assegurar a saúde dos profissionais que atendem os pacientes contaminados pela Covid-19.

Os profissionais de linha de frente no combate à Covid-19, de dez unidades de alta complexidade na capital, receberam 2.000 máscaras de proteção facial. A iniciativa do Grupo Cicopal feita em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG), fabricou 6 mil unidades de EPI’s – Equipamentos de Proteção Individual – máscaras de proteção facial em PVC e 5 mil delas serão entregues para os profissionais da saúde em todo o estado.

Essenciais para o atendimento de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, as máscaras foram entregues pela diretora de marketing, Izaura Cardoso.

De acordo com o senador Vanderlan Cardoso, CEO da Cicopal, o projeto foi idealizado para contribuir com a saúde pública neste difícil momento de pandemia, em que as secretarias ainda enfrentam dificuldades burocráticas e financeiras para adquirir os equipamentos necessários.  Ao todo foram fabricados 6 mil, sendo que mil, serão distribuídos na própria empresa.

As máscaras funcionam com uma barreira mecânica contra respingos conhecidos como Face Shield e evitam o contato com gotículas que possam atingir boca, nariz e olhos dos profissionais de saúde. De acordo com o senador Vanderlan, os protetores faciais em PVC foram produzidos em Goiás pelo Grupo Cicopal, com apoio de seus fornecedores e consultoria de pesquisadores da UFG.

Durante a elaboração do projeto das máscaras, nós recebemos apoio do Hospital das Clínicas da UFG, que colaborou nos testes de uso apontando as melhorias que deveriam ser feitas até chegar nesse modelo”, contou Vanderlan Cardoso.

 

Hospitais beneficiados

As unidades de saúde que receberam as máscaras de proteção facial em PVC nesta quinta, 23, foram as seguintes: Maternidade Nascer Cidadão; Maternidade Oeste; Hospital das Clínicas; Maternidade Dona Iris, Hospital Araújo Jorge; Hospital de Campanha (do Servidor) ; Hugol; Centro de Reabilitação Doutor Henrique Santillo (Crer); Hospital de Doenças Tropicais e Santa Casa de Misericórdia de Goiânia.

Na última quarta-feira, a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia já havia recebido as máscaras de proteção facial destinadas ao município.  Outras unidades de saúde do Estado vão receber o equipamento nos próximos dias.