A Prefeitura de Goiânia,  por meio da  Secretaria Municipal de Assistência Social de Goiânia (Semas),  está com cerca de 500 pedidos cadastrados, até o momento, de famílias que necessitam de ajuda, como doação de cestas básicas.

Assistentes sociais dos centros de Referência em Assistência Social (Cras) espalhados por Goiânia recebem pedidos e identificam as famílias com necessidades mais urgentes.

Além dos produtos arrecadados no banco de alimentos criado pela Semas, tem ainda a parceria com a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) que vai beneficiar as famílias no complemento do número de cestas.

Banco de Alimentos
Um equipe  está recolhendo doações de alimentos e produtos de higiene para atender pessoas em situação de vulnerabilidade social.

As doações podem ser feitas de duas formas: pessoalmente, com a entrega na sede, na Rua 25-A, no Setor Aeroporto; ou pelo telefone 984586104, que serão buscadas na casa das pessoas.

Os alimentos  vão para as formações de cestas básicas, já os kits de higiene pessoal, como roupas e calçados, serão distribuídos em um dos pontos de apoio localizados no Cepal do Setor Sul ou no Mercado Aberto, no Centro.

O secretário Mizair Lemes Júnior destaca que tem sido feito cadastramento de famílias necessitadas e também recolhimento  das doações com objetivo de atender à demanda na capital.

 “Praticamente todas as doações são buscadas ou entregues a familias em casa, para evitar aglomerações. Os alimentos, por exemplo, são higienizados e, assim, montamos nos kits. Estabelecemos alguns critérios e no primeiro momento atendemos aqueles que não tinham nem o que comer. Com as parcerias que temos, esperamos atender a todas as famílias”, destaca.

Auxílio emergencial
Atualmente 35 mil famílias estão cadastradas no Bolsa Família em Goiânia e devem receber automaticamente o auxilio emergencial do Governo Federal.

A Semas está com atendimento agendado com intuito de evitar aglomerações e  oferecer orientação e esclarecimentos sobre benefícios às famílias, como o auxílio emergencial, Bolsa Família e inscrição no CadÚnico. Basta ligar em um dos números específicos de cada unidade do Cras ou NAS e marcar o horário, entre 8 e 13 horas, de segunda a sexta-feira.