Na semana passada, Grupom também mostrou viés de queda de senador que passou a perder votos depois da declaração de apoio ao senador Chico Rodrigues (DEM-RR) que foi pego pela PF com R$ 30 mil nas nádegas.

Marcus Vinícius de Faria Felipe

Pesquisa Serpes divulgada na segunda-feira (02) pelo jornal O Popular, confirma tendência apurada pelo Grupom, na semana passada: o senador Vanderlan Cardoso (PSD) está em queda e o ex-prefeito Maguito Vilela (MDB) está em ritmo de crescimento.

Segundo o Serpes, na estimulada Vanderlan que tinha 26,3% no levantamento do dia 17/10, agora tem 24,5%, ou seja, 1,8 pontos percentuais (p.p.) a menos.  O ex-prefeito Maguito Vilela (MDB) saltou de 17,3% para 21,5%, e assim ganhou 4,2 p.p. a mais. Terceira colocada, a Delegada Adriana Accorsi (PT) também sofreu oscilação negativa passando de 12,5% para 10,1% (- 2,4 p.p.).

Pelos números, Vanderlan e Adriana oscilaram dentro da margem de erro que é de 4 pontos percentuais, e Maguito acima dela, o que indica crescimento real.

Reprodução: Infrográfico O Popular

Grupom

Na pesquisa do Instituto Grupom, publicada pelo Onze de Maio na quinta-feira da semana passada, foi verificada a tendência de queda de Vanderlan e de alta de Maguito. Vanderlan caiu 3,5 pontos percentuais ( p.p.) na estimulada passando de 28,9% na pesquisa do dia 16 de outubro para 25,4% no relatório divulgado na quinta-feira (23/10).

A amostra registra que Maguito oscilou 0,5 p.p. negativos, passando de 21,9% para 21,4%. A Delegada Adriana Accorsi (PT) também oscilou negativamente 1,6 p.p. passando de 11,9% para 10,3%. Como a margem de erro é de 4 pontos percentuais, os três primeiros colocados tiveram oscilações dentro deste espectro.

Espontânea

De acordo com o Serpes, Vanderlan tem 21,8%, Maguito 18,5%, Adriana 7,3%. O deputado estadual Alysson Lima (SD) 4,3%, o dpeutado estadual Major Araúo (PSL) 3,5% e o deputado federal Elias Vaz (PSB), 2,7%.

Pelo Grupom, os líderes apresentaram pequeno crescimento. Vanderlan subiu 2,2 p.p., passando de 20,2% para 22,4%; Maguito cresceu 2,8 p.p., saindo de 15,9% para 18,7% e Adriana subiu de 7,5% para 8% (+ 0,6%). Os deputados estaduais Allysson Lima (Solidariedade) e Talles Barreto (PSDB) também cresceram  respectivamente 1,2 p.p. e 1,1 p.p.

Rejeição

Segundo o Serpes, Vanderlan, Maguito e Adriana tiveram aumento nos índices de rejeição. Na rodada anterior, Vanderlan tinha 7,3%, e agora 10,6% (+ 3,3 p.p.); Maguito passou de 13,6% para 17% (+3,4 p.p.) e Adriana de 13,3% para 17% (+ 3,7 p.p.).

No Grupom também foi registrado aumento  de Vanderlan Cardoso,que  subiu de 12,3% para 15,1% (+ 1,8%); A de Maguito Vilela, passou de 21,9% para 25,2% (+ 3.3%) e o Major Araújo (PSL), que tinha 20,1%  registrou 23,2% (+ 3,1%). Adriana Accorsi teve queda na rejeição que era de 17,6% e ficou em 15,9% (-1,7%). .

 

Metodologia

O Serpes foi contratado pela J.Câmara & Irmãos S.A/Jornal O Popular. O registro no TER segue sob o protocolo nº GO-02134/2020 no dia 26/10/2020. Foram entrevistados 601 eleitores entre 28 e 29 de outubro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos, o nível de confiança de 95%.