Fiscais de Aparecida de Goiânia realizaram no final de semana, uma operação de fiscalização com o objetivo de coibir a realização de festas clandestinas, uso de som automotivo e outras irregularidades.

Os fiscais da Semma ( Secretaria Municipal de Meio Ambiente) verificaram também se os estabelecimentos autorizados a funcionar estão cumprindo as medidas sanitárias para evitar a proliferação do novo coronavírus.

A operação conjunta teve participação de fiscais das secretarias da Fazenda, Meio Ambiente (Semma), Planejamento e Regulação Urbana, agentes de Vigilância Sanitária e Guarda Civil Municipal (GCM).

Um bar localizado na Vila Maria foi alvo da fiscalização após denúncia anônima. No local, havia uma aglomeração de 35 pessoas, sendo que 28 delas estavam sem máscara. Cada pessoa, sem máscara, recebeu uma multa de R$ 111,00.
 O estabelecimento também estava com documentação irregular e foi interditado e multado pela fiscalização. No mesmo local um carro com som automotivo foi apreendido pela Secretaria de Meio Ambiente (Semma) e levado para o pátio de apreensão.

Um outro carro com som automotivo que passava pela rua também foi apreendido. A Guarda Civil Municipal percebeu uma atitude suspeita e parou o veículo para abordagem. O condutor com várias passagens pela polícia e que estava com uma porção de drogas foi encaminhado com sua companheira para a delegacia.

Após denúncias, um bar que funcionava como casa de shows e swing também foi interditado no Jardim Mont Serrat. No local as equipes encontraram 20 pessoas, sendo que 16 delas foram multadas em R$ 111, individualmente, porque estavam sem máscara. O estabelecimento com documentação irregular para a atividade que exerce foi interditado. O proprietário foi multado em R$ 1,5 mil pelos fiscais tributários do município.

“Nossas equipes de fiscalização estão empenhadas em verificar o cumprimento das portarias, que determinam o cumprimento de medidas sanitárias, mas também coibir atos ilícitos, como festas clandestinas, superlotação em estabelecimentos de bebidas, funcionamento irregular de comércios e outras irregularidades”, destacou a coordenadora de arrecadação da Secretaria da Fazenda, Ludimilla Carvalho, que também integra o Grupo Operacional de enfrentamento ao Coronavírus. Ela destacou ainda que a fiscalização continuará em todas as regiões do município e que denúncias podem ser registradas pelo WhatsApp 3545 5992 ou pelo 153 da Guarda Civil.
As equipes de fiscalização percorreram outros bairros da cidade. Outros cinco estabelecimentos foram fechados por funcionar fora do horário permitido. Em outros pontos da cidade, bares e distribuidoras estavam fechados em cumprimento à norma que determina horário de fechamento desses comércios de bebidas. Durante a semana, distribuidoras de bebidas devem fechar às 22h e bares e restaurantes às 23h. Já no sábado e domingo esses estabelecimentos devem ficar fechados. “É importante observar que aos sábados e domingos esses estabelecimentos devem ficar fechados e durante a semana podem funcionar de acordo com o escalonamento regional para cada uma das macrozonas”, completou Ludimila.
2ª dose em idosos e profissionais da saúde

Os postos da 2ª dose são fixos, sendo um drive-thru no estacionamento do Aparecida Shopping, agora com horário estendido das 8h às 19h , e cinco unidades básicas de saúde, com atendimento das 8h às 17h. Sem necessidade de agendamento

Com a chegada de nova remessa de doses, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Aparecida de Goiânia segue nesta segunda-feira, 05, com a vacinação da 2ª dose nos idosos que tomaram uma das duas vacinas e já atingiram o prazo entre uma aplicação e outra. Das 226 mil doses enviadas para o estado, Aparecida recebeu 6,4 mil doses de Coronavac. Mesmo sem ter chegado novas doses para primeira aplicação, a vacinação também continua nesta segunda nos drives da Cidade Administrativa e do Centro de Especialidades.

“Essas doses recebidas  sábado (03) cobrirão o prazo da dose 2 da Coronavac da 6ª e 7ª remessas. Esperamos agora o envio de nova remessa de Astrazeneca para atender o intervalo recomendado de até 12 semanas desta vacina. Também estamos no aguardo de nova remessa de dose 1 para continuar a imunização dos idosos de 64 anos em Aparecida”, comentou a coordenadora de Imunização da SMS de Aparecida, Renata Cordeiro.