População do município localizado a 485 km de Goiânia reclama aumento de ocorrências  no município.

Em Alvorada do Norte, sindicato rural e proprieþarios rurais estão alarmados com o aumento da violência no campo. A tal pó tô que campanhas no rádio e redes sociais alertam para roubos de gado e anunciam recompensas para quem indicar paradeiro de reses roubadas.

 

Ontem foi registrada mais uma ocorrência  no município. Por volta das 08h36,  compareceu ao posto Polícia Rodoviaria Federal de Alvorada do Norte/GO, Mauro Arcizio Barbosa de Abreu acompanhado da esposa e filhos,  que relatou que ele e sua esposa se encontravam no sítio de propriedade dos mesmos e que fica por trás do lixão da cidade de Alvorada do Norte entrando pela estrada de chão que vai para Flores de Goiás ( BR 020, KM 175), quando foram vítimas de cárcere privado de 17h40 às 19h30 do dia anterior (terça-feira) após dois elementos, aparentando cerca de 30 anos, sendo um de cor clara e meio calvo e outro moreno mais forte e com uma tatuagem no peito aparentando ser o símbolo do clube Vasco da Gama, chegarem ao sítio e, depois de pedirem água e comida, anunciarem o assalto e prenderem o casal no banheiro da casa.

Posteriormente o casal informou que ouviram um barulho de um caminhão chegando, o qual foi utilizado para levar cerca de trinta cabeças de gado mestiço, dentre eles algumas vacas paridas de três dias (os bezerros foram deixados).

As vítimas só souberam informar que o veiculo de passeio que a dupla chegou era de cor clara e que não conseguiram ver o caminhão, pois estavam trancados em um banheiro. As vítimas também se dirigiram à delegacia de polícia civil de Alvorada do Norte para registrar a ocorrência.