Cacique rebate ataque do presidente sobre “índios e caboclos”: “Quem toca fogo são fazendeiros, madeireiros e garimpeiros”

Do G1:

O cacique Raoni Metukture se manifestou  sobre o discurso que o presidente Jair Bolsonaro fez na Assembleia das Nações Unidas (ONU), na última terça-feira (22). Na ocasião, Bolsonaro elogiou a política do governo para o meio ambiente, disse que o Brasil é vítima de deseinformação e afirmou que os incêndios na Amazônia são causados “pelo índio e pelo caboclo, que queimam seus roçados”.

Raoni foi até Sinop, no norte do estado, para realizar exames do coração e procurou a imprensa para defender os indígenas dos ataques sofridos.

Não aceito. Ele diz no jornal que índio está botando fogo no planeta, isso é pura mentira. São os próprios fazendeiros. Alguns fazendeiros prejudicam a mata, a natureza. Madeireiros, garimpeiros … Eles que estão botando fogo no planeta”, disse o líder indígena.

O Cacique disse ainda que sempre teve apoio de outros presidentes para defender e preservar o meio ambiente por meio de políticas públicas. No entanto, segundo ele, a partir deste ano, não conseguiu mais discutir essas questões devido à falta de diálogo com o atual presidente.