Live, neste sábado, 15h, sob a direção de Sônia Maria Haas e suporte técnico da Estandarte Produções, aborda a dor da inexistência do luto, o drama da violência e mostra feridas.

Renato Dias
Quem são os que procuram pelos mortos e desaparecidos sob a ditadura civil e militar? É a campanha de visibilidade mundial que o ‘Movimento Vozes do Silêncio’ lança, neste sábado, dia 29 de agosto de 2020, em uma live, na internet, a partir de 15h.

Sob o slogan-título de um trecho da canção ‘Angélica’. A música imortalizada na voz do insubmisso Chico Buarque de Hollanda: ‘Quem é essa mulher?’.

A ideia é marcar o Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimento Forçado, explica, com exclusividade, Sônia Maria Haas, diretora-executiva do vídeo.

_ Familiares levantam a voz sob a letra da música produzida em homenagem à estilista Zuzu Angel. Morta por agentes do Estado Nacional. Em acidente induzido. Uma cilada.


1976
Morre a
estilista
Zuzu Angel

O Poder Judiciário, no Brasil, apenas no ano de 2020, reconheceu que Zuzu Angel, a mãe do desaparecido Stuart Angel, morto em 1971, no Rio de Janeiro, em dependências das Forças Armadas, do Estado Nacional, foi assassinada também por agentes da ditadura civil e militar.

Stuart Angel, morto em 1971

Uma noite que durou 21 anos. Um passado que não passa. Tempos Sombrios. O crime está esclarecido. Não houve a abertura de um processo. Para o julgamento dos responsáveis. Por sua execução extrajudicial. Um crime sem castigo. O que viola o direito internacional.

_ A luta dos familiares é de longo tempo, alinhava os fios da história e tece uma trama desconhecida da sociedade. A luta traz em si uma solidão. O vazio de angústia. Da ausência.

434
Número de
mortos e
desaparecidos

O vídeo ‘Quem é essa mulher?’, com direção de Sônia Maria Haas e apoio técnico da Estandarte Produções, traz momentos para reflexão. O documento expõe feridas abertas dos anos de chumbo e de ouro. Assim como propõe uma postura de resistência.

Sônia Maria Haas

Com a conclamação ‘Não vamos nos calar’. Um depoimento da jornalista Hildegard Angel, filha de Zuzu Angel, morta em 1976, e irmã de Stuart Angel, assassinado, em 1971, membro do MR-8, encerra o curta. Sônia Maria Haas relata ainda que o grupo vocal carioca ‘Às Terças’, com a regência do maestro Mauro Perelmann, faz uma participação especial no vídeo-documentário.

_ O lançamento ocorrerá, neste sábado, às 15h, em uma live no facebook/youtube do Núcleo Preservação da Memória Política.

CLIQUE AQUI e veja a prévia do VÍDEO 

Serviço
Live: Neste sábado, 29 de agosto de 2020, às 15h
Facebook: Núcleo de Preservação da Memória Política
www.youtube.com: Núcleo de Preservação da Memória Política
Contatos: Oswaldo Santos Júnior _ Vozes do Silêncio : 11_9_8206_5233; Maurice Politi: 11_9_8229_9803; Sônia Maria Haas: 71_ 9- 9278_7688