Ex-governadores José Éliton e Marconi Perillo participaram do evento que teve declaração de apoio de vereadores do DEM e PDT e discurso de dirigente do PT pela união contra o fascismo bolsonarista e o caiadismo

O PSDB realizou na tarde deste sábado o seu segundo encontro regional. A cidade de Posse, no Nordeste de Goiás foi o palco do evento, que teve presença dos ex-governadores José Eliton e Marconi Perillo e dos deputados estaduais Hélio de Sousa, Gustavo Sebba e Leda Borges. Dirigentes políticos e vereadores do DEM, MDB, PDT e PT também estiveram no encontro.

O jornalista Carlos Alberto Santa Cruz Serra Dourada registrou o encontro

Presidente da Câmara de Mambaí e vereador pelo município, Eliesley Pria (DEM) destacou que a administração tucana fez muito pela sua cidade. “A população do município reconhece a atenção que os governadores Marconi Perillo e José Éliton sempre tiveram pela região”, comentou.

O vereador Vanderlei Sevilha (PDT), que é também presidente da Câmara de Damianópolis disse que Goiás precisa voltar aos trilhos do desenvolvimento, frisando que seu município tem sido discriminado pelo governo de Ronaldo Caiado (DEM). “Queremos de volta o governo do PSDB que era uma gestão acessível, onde tínhamos atenção e era um governo que confiávamos”, declarou.

Dumar Prado, dirigente do PT em Alvorada do Norte aproveitou o encontro para conclamar todos os dirigentes partidários à defesa da democracia, que foi duramente atacada no último dia 7 de setembro pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Neste momento de turbulência, temos todos nós muitos pontos de convergência entre PT e PSDB, o primeiro é a defesa do  fortalecimento da democracia, o segundo ponto é uma oposição robusta e consequente ao governo elitista e exclusivista de Ronaldo Caiado e o terceiro ponto, a união pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro. O 7 de setembro provou que Bolsonaro não quer democracia, quer o golpe para ele e seus aliados nos Estados, como Caiado,  governarem com poderes ditadoriais”, pontuou Dumar Prado.

O ex-governador José Éliton, que é natural de Posse,  agradeceu a participação dos dirigentes de outras siglas e fez a sua defesa da democracia e do lançamento de candidatos à presidente por todos os partidos que querem contribuir com o debate democrático. Para ele, o govenador tucano do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite representa estes ideais de respeito à democracia, à cidadania e aos direitos individuais.

Éliton também emendou críticas ao governador Ronaldo Caiado, que na sua opinião, ilude a população. “O povo está cansado de gestão faz-de-conta, que só funciona no marketing. Os goianos querem um governo de resultados”, concluiu.