Programa de Mãos Dadas com a Vida, da Prefeitura de Trindade, socorre famílias em situação de vulnerabilidade

Doação de alimentos e de produtos de higiene pela Secretaria Municipal de Assistência Social ajuda a diminuir aflição de moradores desempregados e ou sem renda

Um pouco de alívio chegou, nesta sexta-feira (06/08), na casa de Luciana Lima da Silva, de 27 anos. Desempregada, ela recebeu uma cesta de alimentos e uma caixa com produtos de higiene que vão ajudar ela, as duas filhas, de 12 e 18 anos, e o netinho, um bebê de 1 ano.

A cesta foi entregue pelo Programa de Mãos Dadas pela Vida, da Prefeitura de Trindade, organizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que tem à frente a secretária Gabriela Alves.

A secretária faz a entrega das doações recebidas de empresas e dos próprios servidores da prefeitura pessoalmente às famílias. No momento de pandemia, muitas pessoas sofreram redução de renda, perderam empregos e parentes. O programa se tornou uma necessidade diária na vida delas.

Nesta sexta-feira (06/08) várias famílias cadastradas foram chamadas para buscar as doações no Centro de Referência e Assistência Social (Cras) Laguna, no Setor Laguna Park.

A maioria delas é de pessoas como Luciana, em situação de vulnerabilidade. Ninguém na casa dela está trabalhando no momento.

“Infelizmente o dinheiro que entra hoje lá em casa é só o que vem do Bolsa Família”, destaca. Com a ajuda da filha mais nova, ela empurraria uma bicicleta levando as doações na garupa, até o Setor Nova Vida, onde residem.

Moradora do Laguna, a dona de casa Sueli Arcanjo Caetano, 60 anos, levou um carrinho de criança para transportar a cesta de alimentos para casa. Ela fez o cadastro no próprio Cras, onde foi acompanhada pelo netinho de seis anos. Enquanto esperava a avó, o menino se divertia pelo corredor, chamando a atenção por sua camiseta de Superman.

Conforme Sueli, somente o filho dela tem um trabalho fixo, como açougueiro. O marido fazia serviços capinando lotes, mas esses trabalhos sumiram na pandemia. “Por isso a ajuda da prefeitura será muito bem-vinda”, afirma.

Pessoas em situação de vulnerabilidade podem se informar. Os telefones são: Cras Cristina 3294-1033, Cras Pai Eterno 3506-2783, Cras Laguna 3505-5073, ou na Secretaria de Assistência Social pelo telefone 3506-7095.