Para evitar que o consumidor seja enganado durante a Black Friday, Procon Municipal divulgar nesta terça-feira (26/11) planilha de preços de 1.100 produtos que serão vendidos durante a “Black Friday”.  A coleta de preços foi feita em 62 estabelecimentos comerciais e em 11 sites. Os dados foram coletados desde o dia 14 até o dia 22 de novembro.


Entre os itens pesquisados estão: celulares, televisores, eletrodomésticos, geladeira, máquina de lavar roupa, e outros. As marcas, modelos e detalhes técnicos de cada um estarão especificados na planilha do Procon. O objetivo é que o consumidor possa acompanhar as promoções das lojas para saber se os preços realmente ficaram mais baixos do que antes da promoção.

O Procon alerta para o cuidado com falsas publicidades, lojas em redes sociais, links e propagandas enviadas por e-mail, SMS ou por aplicativos. A prática, conhecida como propaganda enganosa será fiscalizada pelo Procon Municipal no dia da Black Friday, nesta sexta-feira, dia 29 de novembro. Os agentes vão percorrer lojas no Setor Central e nos principais shoppings da capital. Em caso de irregularidades, a empresa será autuada.
Para mais informações, o superintendente do Procon Goiânia, Walter Silva concederá entrevista coletiva às 10h, na sede do órgão, localizado na Avenida Tocantins,191, no Setor Central.

Operação Black Friday
Na semana passada, o Procon Municipal fez uma fiscalização no comércio em Goiânia para evitar fraudes na Black Friday. As equipes de Cálculo e Pesquisa em parceria com a equipe de fiscalização fizeram o cadastro de preços dos itens mais procurados neste período para garantir que não haja propaganda enganosa. A fiscalização percorreu 122 lojas e desse total, 28 estabelecimentos foram autuados pela falta de preços nos produtos