Em mensagem nas redes sociais Felipe Santa Cruz denunciou uso do dinheiro público pelo presidente Bolsonaro para fazer campanha extemporânea e ameaçar as instituições

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, disse por meio do twitter, que é hora dos presidentes do Senado e da Câmara reagirem às ameaças contra a democracia.

O presidente, usando dinheiro público, transformou a data nacional em evento particular, a serviço de seus interesses golpistas. Chegou o momento histórico de os presidentes da Câmara e do Senado tomarem posição. A sociedade espera atitude firme de defesa da democracia ameaçada.

 

Santa Cruz também condenou a participação de advogados nos atos bolsonaristas:

Aviso logo que quem for aos atos contra nossa democracia pode até ser inscrito na Ordem, mas não é nosso colega. Advogado é aquele que defende os primados de Sobral Pinto e Evandro Lins e Silva. Que fique claro.

O presidente da Ordem também se posicionou em relação à Medida Provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro que muda o Marco Legal da Internet para permitir a divulgação impune de fake news pela sua máquina de propaganda que ficou conhecida como “gabinete do ódio”:

Informo que a OAB já estuda remédios legais contra a MP que altera o Marco Civil da Internet. Não vamos permitir retrocessos que favoreçam notícias falsas e desinformação.