Romário Policarpo  tem o sentimento de que metade da população está indefinida e que só as urnas dirão a verdade sobre este pleito.

Em entrevista ao jornalista Caio Henrique Salgado, da Coluna Giro,de O Popular, o presidente da Câmara Municipal  de Goiânia, Romário Policarpo (Patriotas), considerou que as eleições ainda estão indefinidas na capital.

“É uma campanha fria. A gente não vê nenhum candidato afazendo reunião. Na verdade, estão todos andando de carro de som o tempo inteiro”, aponta.

Policardo observa que são pouquíssimas as visitas “ainda mais na campanha do Maguito, que está internado”.

Para o vereador, não dá para apontar quem vai ou quem fica na disputa pelo segundo turno:

“O sentimento é de que granede prte da metade da população está indecisa sobre o voto faltando três dias para as eleições. Muito imprevisível. Não dá para cravar nada”, alerta.

Disputa acirrada

Outra reportagem do jornal O Popular, esta assinada pela jornalista Karla Araújo com o título “Disputa igual e ataques projetam segundo turno quente em Goiânia”,  aponta para indefinição do quadro eleitoral na Capital.

Karla analisa que “empate técnico apontado pelas pesquisas e ofensivas na reta final do primeiro turno faz com que as principais campanhas planejem uma segunda etapa de eleição intensa”.

As últimas pesquisas registraram queda nos índices do senador Vanderlan Cardoso (PSD), alta do ex-prefeito Maguito Vilela (MDB) e recuperação da Delegada Adriana Accorsi (PT), o que torna imprevisível saber quem estará no segundo turno em primeiro lugar, e sobretudo, quais serão as duas candidaturas em disputa.

 

Bolsonarismo

O jornal também registrou ontem na Coluna Giro que o senador Vanderlan Cardoso (PSD) perdeu a queda de braço com a Delegada Adriana Accorsi (PT) na Justiça Eleitoral. O juiz Reinaldo Alves Ferreira rejeitou a ação de Vanderlan que pretendia retirar do ar a propaganda de Adriana que associa o senador ao presidente Jair Bolsonaro.

“Dizer que um candidato (…) apoia  (…) governo e que este alinhamento estaria emdescomçasso com os interesses da sociedade não significa, a priori, a presença da intenção de difamar”, setenciou o magistrado.

Nas pilulas de seus programas eleitorais, a Delegada Adriana Accorsi tem veiculado fotos do senador Vanderlan Cardoso  ao lado do presidente Jair Bolsonaro e de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro. A propaganda petista informa que Bolsonaro votou retirando direitos dos trabalhadores na Reforma da Previdência, Reforma Trabalhista e Reforma Tributária.