A tradicional festa Aparecida é Show não ocorrerá este ano, devido a pandemia do novo coronavírus. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (13) pelo prefeito Gustavo Mendanha. Ele anunciou o cancelamento desta edição 2020 durante live no Instagram.

Em três décadas de festival, é a primeira vez que o Aparecida é Show precisou ser cancelado. O evento cultural é realizado anualmente pela Prefeitura de Aparecida em comemoração ao aniversário de fundação da cidade, 11 de maio.

Gustavo Mendanha informou que toda a verba reservada para a programação vai para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Os recursos serão usados no enfrentamento à Covid-19 e nos serviços e tratamentos realizados rotineiramente nas unidades de saúde de Aparecida.

O prefeito reafirmou que foram contingenciados R$ 50 milhões – incluindo as reservas do Aparecida é Show – para ajudar a SMS no combate à propagação do novo coronavírus. Aparecida tem, até a manhã desta segunda-feira (13) cinco casos confirmados e uma morte. Mais de 100 suspeitas foram descartadas.

A live com Gustavo faz parte do projeto Gabinete Virtual, em que o prefeito dá expediente atendendo, pela internet, as demandas dos moradores de Aparecida. E que, agora, com a necessidade de se evitar aglomerações, será realizada uma vez por semana.

Gustavo Mendanha chamou para participar da live o secretário municipal de Saúde, Alessandro Magalhães. O gestor respondeu aos internautas que Aparecida tem 63 leitos de UTI reservados exclusivamente para tratar pacientes da Covid-19. Só o Hospital Municipal (Hmap) tem 50 desses leitos.

Doação de cestas básicas

O prefeito de Aparecida disse também que nos últimos dias se engajou pessoalmente na busca por doações de alimentos e produtos de limpeza para famílias em situação de vulnerabilidade social. Segundo ele, só neste fim de semana, foram arrecadadas 10 toneladas de alimentos.

Gustavo agradeceu a ajuda de artistas, empresários e pessoas da comunidade em geral, que têm beneficiado as famílias mais afetadas pela crise do coronavírus. “Tenho certeza que essas cestas básicas serão muito bem-vindas na casa de quem está necessitando”, disse o prefeito.

A arrecadação dos donativos é feita pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). Qualquer interessado pode ligar no telefone (62) 3545-5975 e agendar o recolhimento das doações na sua casa, condomínio ou estabelecimento comercial.

Impactos econômicos do coronavírus

O prefeito Gustavo Mendanha abordou ainda que os impactos econômicos das restrições impostas na crise do coronavírus afetarão também o município. Ele estimou uma perda de arrecadação em Aparecida em torno de R$ 188 milhões nestes próximos meses.

Apesar da previsão de perdas, Gustavo enfatizou que a administração municipal está financeiramente preparada para manter a estrutura da Prefeitura de Aparecida em funcionamento. Ele confirmou, por exemplo, o pagamento dos servidores desta folha de abril.

Serviços essenciais seguem na ativa

secretário de Desenvolvimento Urbano, Max Menezes, também participou da live. Ele informou que as equipes da SDU trabalham, neste momento, na segunda etapa da roçagem de lotes baldios. São 30 tratores na ativa, em quatro frentes de serviço.

Apesar da baixa temporária de 300 servidores da SDU afastados por estarem nos grupos de risco, os serviços de manutenção também da iluminação pública continuam sendo feitos em Aparecida. Segundo Max, são priorizadas agora grandes avenidas, como São João e São Paulo.

Max adiantou que as equipes da SDU vão pintar, em breve, o meio-fio em toda a cidade.

Outro convidado para a live foi o diretor regional do Sesc/Senac em Goiás, Leopoldo Veiga Jardim. Ele e Gustavo Mendanha cogitaram a possibilidade de interagir com o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, caso seja preciso buscar ajuda daquele país, com o qual Aparecida estabeleceu, nos últimos anos, uma sólida relação diplomática.

 

Boletim

De acordo com a Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia, até as 9h desta segunda-feira, 13, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) atestou 99 casos com resultados negativos, 5 confirmados e 6 amostras de casos suspeitos ainda estão em análise. A pasta registrou também o primeiro óbito por Coronavírus no município.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que no domingo, 12, foi confirmado o quinto caso de Covid-19 na cidade. Trata-se de um homem de 22 anos de idade, com histórico de contato com caso confirmado. Ele está em isolamento domiciliar, com quadro estável.

No último sábado, 11, foram confirmados outros dois casos de Covid-19 em Aparecida de Goiânia. Trata-se de um homem de 38 anos de idade, com histórico de viagem para a Espanha. Ele está em isolamento domiciliar, com quadro estável. O outro caso é de uma mulher de 45 anos de idade, com comorbidades prévias. Ela estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Geral de Goiânia (HGG), com quadro clínico grave, não resistiu e veio à óbito na manhã deste domingo, 12.

Com essas três novas notificações deste fim de semana, Aparecida de Goiânia completou cinco casos confirmados. Os anteriores referiam-se a um homem de 27 anos, que está em isolamento domiciliar, com quadro estável, e a um homem de 69 anos, que já está curado.

Transmissão comunitária

Após a confirmação do terceiro caso em que a paciente não tinha histórico de viagem e nem de contato com nenhum caso confirmado, Aparecida de Goiânia passou a ser considerada uma cidade com transmissão comunitária de Coronavírus. Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância do isolamento social e dos cuidados com a higiene.