Caso ocorreu no Aeroporto de Congonhas no dia 26. PF afirma que Gilmar João Alba (PSL), o Gringo Loco, não soube explicar origem dos valores. Em nota, prefeitura diz que o prefeito ainda não decidiu se irá ou não comentar.

Por G1 RS e RBS TV

A Polícia Federal (PF) apreendeu R$ 505 mil com o prefeito de Cerro Grande do Sul, Gilmar João Alba (PSL), no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, no dia 26 de agosto. Segundo os agentes, o dinheiro estava armazenado em caixas de papelão dentro da bagagem de mão do passageiro.

O G1 tentou contato telefônico com Alba, sem sucesso. Em nota divulgada nesta terça-feira (31), a Prefeitura de Cerro Grande do Sul disse que o prefeito ainda não decidiu se irá ou não comentar o assunto. (Leia a íntegra abaixo)

A carga foi detectada pelo aparelho de raio-x do terminal. A PF relata que o passageiro, inicialmente, atestou não saber o valor que carregava, para depois dizer que levava R$ 1,4 milhão. Sem explicitar de onde vinha o dinheiro, o prefeito só teria afirmado que a quantia tinha origem lícita.

Em virtude da dúvida, a PF recolheu o montante, fazendo a contagem de R$ 505 mil. Um procedimento investigativo será instaurado para apuração da origem do dinheiro. Conforme o resultado da apuração, o passageiro poderá responder por delitos como lavagem de dinheiro, na modalidade de ocultação, e crime contra o sistema financeiro nacional.

Portar moeda nacional dentro do país, independentemente do valor, não constitui crime, informa a PF. Contudo, o portador deve saber justificar e comprovar a origem dos valores.

Gilmar João Alba, de 52 anos, é conhecido como Gringo Loco. Em 2020, ele foi eleito prefeito do município de 12,5 mil habitantes, recebendo 2,4 mil votos.

Nota da Prefeitura de Cerro Grande do Sul:

“Boa Tarde, é possível que o prefeito possa vir ou não considerar fazer manifestação pública para expor seu ponto de vista sobre o ocorrido porém o mesmo se isso vir a acontecer verá uma data e analisará quais ferramentas de comunicação irá se utilizar, agradecemos a oportunidade o espaço e qualquer novidade voltaremos a tratar.”

 

 

Com informações do Viomundo