Uma boa notícia para os EUA e o Brasil: Donald Trump vai perder feio a reeleição.

Pesquisa da rede ABC de Televisão publicada no jornal Washington Post mostra que os norte-americanos se cansaram da retórica fascista de Donald Trump. Os números mostram o demoncrata Joe Biden com 53% da preferência popular contra 43% do presidente Donald Trump. A pesquisa foi realizada nos dias 25 a 28 de maio.

Para o jornalista e publicitário Ruy Nogueira esta frente de dez pontos percentuais é resultado do fracasso de Trump na economia, e principalmente no combate ao coronavírus.

“A vitória de Biden é uma boa noticia para os EUA, o Brasil, quiçá para a humanidade” frisa.

Com experiência em campanhas eleitorais no exterior (Portugal, Equador,Timor Leste) , Ruy Nogueira observa que o cerco contra Trump envolve elementos do próprio partido Republicano: ” O ex-presidente George W.Bush declarou voto na democrata Hillary Clinton nas eleições passadas. Ele é anti-Trump. Sua influência no eleitorado do Texas e da Flórida é mais um revés para Trump nestas eleições “,prevê.

A ignorância de Trump fez o covid19 levar à morte msis de 100 mil norte-americanos. Os idosos brancos foram as principais vitimas. Milhares de corpos foram retirados de asilos. Estes anciões brancos foram o sustentaculo de Trump nas eleições de 2016 e agora seus votos migraram para Biden.

Aqui no Brasil o “capitão cloraquina” continua ignorando a Covid19, e os cientistas projetam a sinistra marca de 88 mil mortos no mês de agosto. A popularidade do presidente Jair Bolsonaro despeca e mais de 50% dos brasileiros rejeitam seu governo.

Que os humores das eleições dos EUA infuenciem também a política brasileira e se abrevie também aqui esta desastrosa experiência fascista.