Pesquisa realizada pelo Instituto Grupom mostra que prefeito é destacado como “Senhor das Obras”. Recapeamento de ruas e avenidas, reforma de Cais e as obras do BRT, marginal, viadutos e criação de parques são as obras mais bem avaliadas pelos goianienses.

No seu quarto mandato à frente da prefeitura de Goiânia Iris Rezende Machado (MDB) conclui o mandato com 75,7% de aprovação dos goianienses. É o que constata a pesquisa do Instituto Grupom, que ouviu 667 pessoas, entre os dias 12 a 20 de dezembro em 269 bairros da Capital.

Avaliação

Respondendo à pergunta: “Quando falamos o nome de Iris Resende, qual a primeira palavra que vem à sua cabeça”, a maioria dos entrevistados disse “obras”, seguida por “trabalhador”, “asfalto”, “prefeito”, “político”, “administrador”, “bom”, “mutirão”, “administrador” e “competência”. Na avaliação final, 75,7% qualificaram Iris positivamente e 24,3% negativamente. De acordo com o presidente do Grupom, Mário Filho, foi usado um modelo muito utilizado em pesquisas de mercado para qualificar uma marca. Ao questionar qual a primeira palavra que vem a cabeça quando falamos o nome de Íris Resende o volume de expressões foi grande, grande parte com sentido positivo.

Mário Neto, que é diretor do Grupom, um dos resultados mais interessantes deste trabalho é a percepção de quais foram as realizações mais importantes da gestão municipal para a cidade de Goiânia. om grande destaque o mote do atual prefeito, que notadamente investiu na recuperação de ruas e avenidas em toda a cidade. Cabe ressaltar que esta realização tem uma presença homogênea em todas as regiões da cidade, indicando a amplitude da intervenção.

Obras

Entre as obras consideradas mais importantes para os goianienses, 45,8%  citaram o recapeamento de ruas e avenidas; 33,3% a reforma de Cais; a implantação do BRT Norte-Sul (28,6%) e o prolongamento da Marginal Botafogo (20%). A revitalização de parques e praças recebeu 18% de citações; a instalação de salas modulares em CMEI´s foi lembrada por 12,3%; sinalização de trânsito horizonta (7%), implantação de flores em parques e avenidas (6,3%), pontes (0,45), nenhuma (4,5%).

Percepção da administração por região

O recapeamento de ruas e avenidas são as realizações mais citadas em todas as regiões, principalmente da Região Leste (49,5%), seguido pela Noroeste (47,1%), Oeste (46%) e 43% na Centro-Sul.

A reforma dos Cais foi destaque para os moradores das regiões Leste (39,4%) e Noroeste (38,8%);  o BRT Norte-Sul teve mais impacto para os residentes na região Centro-Sul (29,5%), Leste (29,3%) e Oeste (28,8%). O viaduto na Avenida 136, no Setor Sul, impactou positivamente os moradores das regiões Oeste (27%) e Centro-Sul (26,4%), recebendo também a avaliação positiva destes moradores em relação ao prolongamento da Marginal Botafogo.

A criação de novos parques foi bem vista pelos residentes das regiões Noroeste e Oeste, com 14,1%, respectivamente, que também manifestaram satisfação com as salas modulares de CMEI´s.

 

Avaliação por faixa etária

O recapeamento de ruas e avenidas foi melhor avaliado pelos goianienses na faixa dos 35 a 44 anos (45%), recebendo em torno de 50% nas faixas etárias acima, até chegar a 60% entre os cidadãos acima de 65 anos. O mesmo ocorreu com outras obras de trânsito como o viaduto da Avenida 136 e o prolongamento da Marginal Botafogo.

Entre os menores de 24 anos até a faixa dos 25 a 34 anos, as realizações de maior impacto foram a revitalização de parques e praças, criação de novos parques e reforma de Cais.