Levantamento revela os três candidatos empatados no primeiro turno, mas delegada leva vantagem numa segunda rodada da eleição.

A pesquisa FoxMappin/Jornal O Hoje publicada nesta quinta-feira mostra uma reviravolta nas eleições em Goiânia: um empate entre os três primeiros concorrentes e uma surpresa no segundo turno.

Pelo levantamento estimulado, o senador Vanderlan Cardoso (PSD) tem 19,4%, o ex-prefeito Maguito Vilela (MDB), 19% e a Delegada Adriana Accorsi (PT), 17,9%. Com o a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, os três estão tecnicamente empatados.

Na espontânea o cenário quase se repete, com uma diferença, Adriana supera Maguito. Vanderlan lidera com 13,3%, seguida de perto por Adriana que tem 12,8% e Maguito fica com 12,5%.

Segundo turno

O FoxMappin fez três cenários de segundo turno, e a delegada Adriana Accorsi lidera em dois deles.

 

Adriana x Maguito

No confronto com o ex-prefeito Maguito Vilela (MDB) a delegada Adriana Accorsi (PT) tem 37,9% contra 30,6% do emedebista. Os votos nulo ou branco chegam a 23,6% e os indecisos, 7,9%.

 

Adriana x Vanderlan

Numa disputa com o senador Vanderlan Cardoso (PSD), Adriana soma 37,6% da preferência do eleitor e Vanderlan 37,1%, o que configura um empate técnico. Os votos nulos/brancos chegam a 17,6% e os indecisos, 7,4%.

 

Vanderlan x Maguito

No cenário entre Vanderlan Cardoso (PSD) e Maguito Vilela o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia tem 29,2% das intenções de voto, contra 37,5% do senador. Voto Nulo/ Branco: 22,6%. Não sabe ou não respondeu: 10,7%.

No confronto entre Adriana e Maguito, a petista tem 37,9% da preferência dos eleitores, contra 30,6% do candidato do MDB, Maguito Vilela. Voto Nulo ou Branco: 23,6% e não sabe ou não respondeu: 7,9%.

 

Metodologia

A pesquisa FoxMappin com intenções de voto para eleições municipais em Goiânia foi realizada entre os dias 01 e 08 de outubro. Foi utilizada uma amostra de 784 entrevistados, sendo estratificada segundo a região, sexo, faixa etária acima de 16 anos, nível de escolaridade e renda familiar. O trabalho de levantamento de dados foi feito através de entrevistas em 195 bairros em sete macrorregiões da capital: Central, Leste, Noroeste, Norte, Oeste, Sudoeste e Sul. A amostra representa o nível de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos nos resultados gerais. A pesquisa foi registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o seguinte número: GO-00178/2020.

CLIQUE AQUI E VEJA A PESQUISA COMPLETA NO JORNAL O HOJE