O jornalista  e ex-apresentador do Jornal da Band e o deputado federal bateram boca no twitter. Eduardo provocou Fábio com citações ao ex-presidente Lula, e recebeu de volta questionamentos  o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e as ações do pai do parlamentar, o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que interferiu nas investigações sobre o laranjal da família.

O site Catraca Livre, do jornalista Gilberto Dimenstein (ex-Folha de S. Paulo), registrou o bate-boca virtual entre o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o jornalista Fábio Pannunzio. O parlamentar usou sua conta no Twitter para falar sobre corrupção e o ex-apresentador da Band, Fábio Pannuzio, o detonou nesta segunda-feira, 23.

eduardo bolsonaro corrupção fábio pannuzio

Eduardo Bolsonaro iniciou o duelo dizendo:

“Só para lembrar: Lula recebia dinheiro do Palocci em caixas de ‘whiskey’ [sic], além do sítio em Atibaia, tríplex no Guarujá, mensalão e outros rolos de corrupção. Qual é a pena para todo esse favorecimento a pessoas ricas? Quantas pessoas poderiam ser salvas se esse dinheiro fosse para saúde?”.

Fábio Pannunzio compartilhou o tweet de Eduardo Bolsonaro e com quase as mesmas palavras do deputado inverteu o jogo. “Só para lembrar. Seu irmão recebia dinheiro do Queiroz em depósitos picadinhos e outros rolos. Qual é a pena para todo esse favorecimento?”, indagou o jornalista.

Eduardo Bolsonaro retrucou: “Em qual delação Flávio está? Na do Palocci? Do Queiroz? A verdade é que até morrer o gado vai ficar repetindo a ladainha do Queiroz e passando pano para quem for acusada de corrupção —desde que seja de esquerda, claro. Depois vai querer se dizer jornalista isento”.

 

Foi então que Pannuzio o detonou:

“Está na do MP do Rio de Janeiro. Aquela que levou seu pai a acabar com o COAF e vocês todos a esconderem o Queiroz. E que levou o Tóffoli, a pedido do seu nobre paizinho, a parar todas as investigações criminais do País. E a intervir na PF do Rio. Quer mais ou tá bom, boiadeiro?”