Lideranças estão preocupadas com a disseminação da Covid-19 entre os povos isolados. Na fotografia, as aldeias dos Huni Kuin, em Assis Brasil (Foto: Jardy Lopes).

Por: Amazônia RealRio Branco (AC) – Um levantamento da Comissão Pró-Índio (CPI) do Acre aponta que a pandemia do novo coronavírus atinge oito povos indígenas que moram nas áreas urbanas dos municípios e nos territórios do estado. Até o momento não houve registros da doença entre os povos isolados, que vivem distantes voluntariamente da sociedade nacional. Em 2014, um grupo identificado como “povo do rio Xinane”, pertencente ao tronco linguístico Pano, fez contato com indígenas Ashaninka, na fronteira do Brasil com o Peru.