A japonesa Panasonic, sediada em Manaus (AM), anunciou nesta quarta-feira (11), o encerramento de sua unidade de produção de televisores e equipamentos de áudios no país, depois de 40 anos de atividades.

Segundo comunicado oficial, a empresa diz que decisão tem a ver com “estratégia global” e o “atual panorama econômico do país“. Com o fechamento da fábrica em dezembro, 130 trabalhadores perderão seus empregos.

De acordo com a informação da empresa, na unidade de Manaus, onde deixarão de ser produzidas as TVs, serão fabricados fornos de micro-ondas, produtos automotivos e componentes eletrônicos.

Além de Manaus, a Panasonic tem fábrica de geladeiras e máquinas de lavar roupa em Extrema (MG), Pilhas, em São José dos Campos (SP) e um escritório administrativo em São Paulo.

A empresa repete a decisão da concorrente japonesa Sony quase um ano depois.

Com Estadão e liderança do PT