Terapia criada no século XIX por médico inglês, os Florais de Bach ganham cada vez mais adeptos no Brasil e contam com vários terapeutas atuando em Goiás, uma delas, Vaneska Santos, faz o seu testemunho pessoal do seu poder terapêutico

Profissional da área de Comunicação e Publicidade, com formação também em Secretária Executiva, Vaneska dos Santos mudou de profissão e estilo de vida há quatro anos. Após sofrer os dramas de uma separação, que a levaram à depressão, se viu forçada a rever conceitos e o modo de vida. A work holic, que convivia com jornadas exaustivas de trabalho se submeteu à Terapia dos Florais de Bach e comprovou o seu poder curativo.

“Sempre trabalhei muito, até 12 horas por dia. Não tinha tempo para mim. Veio a separação, depois um processo depressivo, e na saída disto, uma nova relação que para minha decepção se tornou um relacionamento abusivo. Meu mundo caiu, achei. Mas tive a oportunidade de ter contato com uma terapeuta holística, onde passei a fazer um olhar interno, e junto com e como reforço à terapia me indicou os Florais de Bach, que na época eu já conhecia”, conta.

A partir de então, Vaneska Santos mergulhou no mundo das terapias holísticas e sistêmicas. Fez curso de Reiki, Thetahealing e de Florais de Bach. Após três anos de estudos, ela renasceu como Terapeuta de Florais e faz atendimentos presenciais, no seu endereço comercial no Setor Coimbra e também atendimentos online.

Mas o que são os florais?
Vaneska explica que os florais são essências de flores, que foram transformadas em elixir pelo médico homeopata inglês Edward Bach, que nasceu Birgmingham, em 1866, e faleceu em Oxforshire, em 1936. “O Dr.Bach pesquisou o poder curativo das flores e descobriu que cada uma de suas essências corresponde a um estado da natureza humana. Com esta constatação criou os chamados Florais de Bach, que são indicados por suas propriedades de auxiliar pessoas com um quadro emocional alterado”, ressalta.
De acordo com Vaneska Santos, os Florais de Bach são divididos em sete grupos de problemas emocionais:
1 – Medo
2 – Solidão
3 – Desalento e desespero
4 – Preocupação excessiva com os outros
5 – Falta de interesse no presente
6 – Insegurança
7 – Hipersensibilidade a influências e idéias

Os 38 tipos de florais criados a partir das pesquisas do Dr. Bach atuam em cada um destes sintomas trazendo bem estar, atuando como um apoio às terapias aos quais cada pessoa está sendo submetida.

Vaneska Santos esclarece que os Florais de Bach não são medicamentos, e alerta para o risco de auto-medicação, uma vez que eles podem ser encontrados em farmácias de manipulação. “Os Florais de Bach devem ser utilizados após consulta com um terapeuta de florais. Cada caso exige um tipo de floral”, alerta.

“Segundo o Dr. Bach, todos nós somos almas boas, mas que sofremos impactos negativos ou positivos do meio em que vivemos. Os florais ativam as quantidades necessárias de energia para resolução de cada problema específico”, comenta.

Mais uma vez Vaneska Santos enfatiza que os Florais de Bach não podem ser confundidos com remédios pois se tratam de  uma terapia como  outras as quais a pessoa está se submetendo. “É importante o aconselhamento do terapeuta para que o floral adequado seja ministrado”, ressalta.

Atendimento
Cada atendimento presencial ou online tem cerca de 60 a 90 minutos de duração e custam R$ 140,00. Na consulta a pessoa é informa o que está lhe causando incômodo e a partir da análise do terapeuta é sugerido um grupo de seis a sete florais. O custo de cada  Floral de Bach é de R$ 30,00 a R$ 40,00. Os florais são ministrados em quatro gotas, quatro vezes  ao dia, sendo indicados para tratamento de três a quatro semanas.

É recomendado o retorno após um mês para avaliação dos benefícios do tratamento e a necessidade ou não de novas fórmulas.

Vaneska tem página no Instagram e Facebook (@vaneskasantoss) e gabinete de atendimento à Avenida Perimetral, qd.01, lt.19, Setor Coimbra (Atrás do Colégio Bandeirantes, na avenida T-2).

Vocabulário
1 – Terapia holística é um tipo de terapia baseada na visão do holismo, que trata problemas e doenças a partir de uma visão global. A terapia holística, diferente de outras áreas terapêuticas, faz uma análise da pessoa como um todo.
2 – Reiki é uma forma de terapia baseada na canalização da energia universal (rei) através da imposição de mãos com o objetivo de restabelecer o equilíbrio energético vital de quem a recebe e, assim, restaurar o estado de equilíbrio natural; podendo eliminar doenças e promover saúde
3 – Thetahealing é uma poderosa técnica de terapia quântica, fundada pela americana Vianna Stibal, a qual combina ciência e espiritualidade que permite identificar e transformar instantaneamente crenças negativas e limitantes ou traumas que podem estar profundamente armazenadas no inconsciente. Do ponto de vista da Física Quântica, é aceito que os nossos pensamentos criam a nossa realidade. As nossas crenças estão registradas nas nossas células, no DNA, e não conseguimos fazer mudanças significativas se não atingirmos esses registros, que estão nas memórias das nossas células.
4 – Terapia Sistêmica foca nas relações. Ela compreende o indivíduo integrado ao seu contexto familiar e sociocultural, e realça a complementariedade existente entre os seres humanos. Por praticar uma abordagem relacional, o terapeuta sistêmico interage com o cliente – entendendo-se por cliente a família, o casal ou o cliente individual – numa postura de proximidade e sintonia. Deste modo, experimenta emoções distintas durante cada atendimento, e é essencial que ele tenha consciência de si mesmo e de como sua história pessoal e familiar interfere em seu modo de entender a realidade e relacionar-se com ela.