A matéria ‘O MOURÃO VAI SER PRESIDENTE DA REPÚBLICA’. UM DRINK COM O MENTOR DO VICE DE BOLSONARO, escrito pela jornalista , do site Intercept, revela as ambições do vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão. Numa conversa franca com o mentor de Mourão no Exército, o também general Paulo Assis, a repórter mostra que o “regra três” do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) não é mera peça decorativa em Brasilia.

Amanda Audi, participou de festa promovida pelo PRTB, do empresário Levy Fidélix, tomou drinks com o general Paulo Assis e ouviu o discurso de Mourão no evento, que indica que o vice-presidente eleito pensa realmente sobre o poder:

“No ápice da noite, o general foi levado ao palco montado no centro da Casa Petra, luxuoso salão de festas de Moema, bairro de classe média alta em São Paulo. Estava em frente a uma tela com sua foto, uma bandeira do Brasil e a frase “Meus heróis NÃO morreram de overdose”, referência à música que, sem a negativa, se tornou famosa na voz de Cazuza. Discursou por sete minutos. Neste tempo, foi fotografado, filmado e ovacionado por deputados e senadores eleitos, militares, empresários e ruralistas, todos ávidos para se aproximar e tirar uma selfie.

No discurso, ele agradeceu por ter sido acolhido na “família do PRTB” e falou sobre a necessidade de aprovar reformas da previdência e tributária, “senão em 2022 o governo fecha”. Encerrou com uma frase de efeito: “Vai ser difícil. Mas, aos melhores, as missões mais difíceis”. Aplausos. O casamento foi selado.

Nenhum dos cerca de 200 convidados do jantar tinha dúvidas de que estava perto do próximo presidente do Brasil. E esta pessoa era Mourão. Bolsonaro mal foi citado durante toda a festa”.

Clique aqui e confira a íntegra da matéria do Intercept.