Morreu nesta segunda-feira (16) em São Paulo o publicitário Duda Mendonça. Ele tinha 77 anos e estava internado no Hospital Sírio-Libanês, na região central da capital paulista, desde junho.

As informações são do portal G1 e foram confirmadas pela família do publicitário na Bahia.

Duda Mendonça tratava um câncer no cérebro, quando foi diagnosticado com Covid-19 e precisou ser intubado.

Ex-marqueteiro do Partido dos Trabalhadores (PT), Duda Mendonça se tornou conhecido nacionalmente por ter sido o publicitário por trás da primeira campanha eleitoral vitoriosa de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República, em 2002.

Ele também participou de campanhas de Paulo Maluf (PP), em São Paulo; Miguel Arraes, em Pernambuco; Ciro Gomes (PDT), no Ceará, e do ex-primeiro-ministro de Portugal, Pedro Santana Lopes.

Em 2005, Duda teve seu nome envolvido no Mensalão, acusado de evasão de divisas e lavagem de dinheiro na campanha de Lula em 2002. Ele foi absolvido, em 2012, pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Quatro anos depois, em 2016, passou a ser investigado na Operação Lava Jato, e em abril de 2017, assinou acordo de delação premiada.

Com informações da RBA,  G1 e do Poder 360