Fundador da coreana Hyunday em Anápolis,  empresário apostou também na chinesa  Chery e na francesa Renault no Brasil.

Carlos Alberto de Oliveira Andrade, morreu aos 77 anos na madrugada deste sábado (14), em São Paulo.

Em nota, a Caoa disse que “Dr. Carlos estava com a saúde debilitada por conta de um tratamento de saúde e faleceu durante o sono ao lado de sua esposa e filhos”

Andrade nasceu em 25 de novembro de 1943, na Paraíba. Além de empresário, ele era médico cirurgião especializado em clínica cirúrgica abdominal. Deixa esposa e quatro filhos, sendo dois homens e duas mulheres.

Funcionários da montadora emitiram nota de pesar:

Nota do governador Ronaldo Caiado

“O Brasil perde um de seus grandes empreendedores, um homem que construiu uma vitoriosa trajetória ao gerar milhares de empregos e que escolheu Goiás para implantar a Caoa Montadora de Veículos, em Anápolis, uma conquista de dimensão histórica.

“Recebi, na manhã deste sábado (14/08), a notícia da morte do médico e empresário, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, o Caoa, em São Paulo, aos 77 anos. Ele deixa esposa e quatro filhos.

“Por formação, era médico especializado em clínica cirúrgica abdominal. As atividades no setor automotivo começaram em 1979. Vinte anos depois, selou parceria com a Hyundai, o que fez a marca se expandir pelo Brasil.

Carlos Alberto de Oliveira Andrade: um grande empreendedor | Foto: Reprodução

O governador Ronaldo Caiado também fez nota lamentando o falecimento:

“Em 2007, inaugurou a primeira fábrica da montadora no país, na nossa querida Anápolis. Ele muito fez, não somente por esse município, mas pelos 7,2 milhões de goianos. Um empreendedorismo que refletiu na geração de mais oportunidades de trabalho e renda para a população.

“Destacamos aqui os esforços que pessoalmente realizamos para garantir a expansão da Caoa em território goiano, viabilizada por meio da reinserção do Centro-Oeste na política de incentivos fiscais para o setor automobilístico, a partir da Medida Provisória 987/2020. Os resultados alcançados permitiram que a montadora anunciasse, em novembro de 2020, a aplicação de mais R$ 1,5 bilhão de investimentos na região, em um prazo de cinco anos, com benefícios diretos para a retomada do crescimento num período marcado pela pandemia de Covid-19. Em fevereiro deste ano, Carlos Alberto nos deu mais essa boa notícia: a criação de um segundo turno de trabalho, com consequente geração de 1.134 novos empregos.

“Perdemos um líder que sempre se apresentou para enfrentar novos desafios, que alcançou grande feitos com sua determinação e ousadia. Goiás e o Brasil muito devem a Carlos Alberto de Oliveira Andrade, e a ele rendemos a nossas homenagens.

“A todos os seus familiares, amigos e colaboradores da Caoa, manifestamos nosso pesar, solidariedade e sentimentos neste momento de dor e tristeza. Que Deus possa consolar o coração de todos.”

Ronaldo Caiado é governador de Goiás.