O estado norte-americano de Michigan confirmou nesta segunda-feira (23) a vitória eleitoral de Joe Biden. Com a vitória, o candidato democrata garante os 16 delegados do colégio eleitoral do estado.

Do Sputnik News A vitória de Biden foi confirmada após votação do comitê eleitoral de Michigan, que é composto por dois democratas e dois republicanos, e terminou em três votos a zero, com uma abstenção.

“O povo de Michigan decidiu. O presidente eleito venceu em Michigan por mais de 154 mil votos e será o nosso próximo presidente no dia 20 de janeiro. Já é hora de deixar as eleições para trás”, disse à AP a governadora de Michigan, Gretchen Whitmer, do partido democrata.

Biden teve 154.187 votos a mais que Trump no estado, o que corresponde a 2,8 pontos percentuais de diferença entre os dois candidatos. Em outros estados – como Georgia, Arizona Wisconsin e Pensilvânia – a margem de Biden é ainda mais apertada.

Máscaras de Joe Biden e Donald Trump são confeccionadas após contagem de votos apontar vitória de Biden na eleição presidencial norte-americana

© REUTERS . ISSEI KATO Máscaras de Joe Biden e Donald Trump são confeccionadas após contagem de votos apontar vitória de Biden na eleição presidencial norte-americana

A confirmação da vitória do candidato democrata em Michigan é mais uma derrota de Donald Trump em sua tentativa de permanecer no poder para um segundo mandato.

Segundo noticiou a Reuters, a estratégia mais recente do atual presidente dos Estados Unidos consiste em persuadir os legisladores republicanos a intervir em nome dele nos estados onde a vitória preliminar é atribuída a Biden, como era o caso de Michigan. O candidato republicano chegou a entrar com uma ação jurídica para contestar as eleições no estado, mas acabou por desistir do processo.

Com a vitória em Michigan, Biden soma agora 306 delegados, contra 232 de Trump. Enquanto o candidato democrata nomeia sua equipe de governo, Trump não aceita a derrota e alega repetidas vezes que a eleição foi “fraudada”.