O desenhista brasileiro Joe Bennet, conhecido por inúmeros trabalhos com os personagens da Marvel Comics, foi afastado da Casa das Ideias após várias polêmicas com LGBTfobia, antissemitismo e Bolsonaro

da Revista Fórum

Após a volta aos holofotes de uma polêmica ilustração feita por Bennet em 2017 e divulgada em suas redes sociais, na qual temos o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afugentando seus inimigos políticos, dentre eles os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, a Marvel optou pelo rompimento com o desenhista.

Confira o desenho de Bennett:

A caracterização dos adversários de Bolsonaro com aspectos de ratos foi classificada como antissemita, pois, na Segunda Guerra Mundial, parte dos nazistas chamavam os judeus de ratos. Um dos motivos pelo qual a obra em quadrinhos sobre o Holocausto, “Maus”, de Art Spiegelman e vencedora do prêmio Pulitzer, retrata o povo judeu como caricaturas dos roedores na história.

Para piorar a situação do desenhista com a editora do Grupo Disney, a Marvel tem importantes personalidades judias na construção de sua história, como Stan Lee, Jack Birby e Joe Simon, criadores de personagens como os X-Men, Thor, Homem de Ferro, Hulk, Capitão América e outros.

O que levou a Casa das Ideias a anunciar pelo site Newsarama, porta-voz da empresa, que Bennett será substituído no projeto “Sem Tempo“, especial que será publicado no mês de dezembro nos Estados Unidos e que será protagonizado pelo vilão Kang, pelo ilustrador Greg Land, e que Joe não estaria mais envolvido em nenhum projeto futuro da Marvel.

 

Clique AQUI e leia a matéria completa na Revista Fórum