Manifestação foi convocada por ambientalistas por confissão de oportunismo do ministro, ao defender destruição ambiental em meio à pandemia.

Rede Brasil Atual – São Paulo – O ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles foi alvo de um protesto, na manhã desta segunda-feira (25). O grupo de ambientalistas se reuniu em frente ao prédio do ministério com uma faixa pedindo impeachment de Salles.

A manifestação respeitou as recomendações de distanciamento social e foi intervenção rápida para evitar aglomeração. Segundo os manifestantes, foi respeitado o distanciamento entre as pessoas e todos utilizavam máscaras.

O motivo da manifestação foi a fala do ministro Salles durante a reunião ministerial de 22 de abril, divulgada na sexta-feira (22). Na ocasião, o titular da pasta disse que o momento era de aproveitar que a imprensa estava envolvida com a cobertura do coronavírus para passar a “boiada” e aprovar medidas na área ambiental que encontrariam resistência no Congresso.

Recentemente, o governo apresentou a Medida Provisória 910, que ficou conhecida como “MP da Grilagem“, que foi editada por Bolsonaro no final de 2019 e que foi apresentada por parlamentares durante a pandemia do coronavírus. O projeto foi criticado por ambientalistas e movimentos populares do campo.

 

A manifestação foi organizada pela Organização Não Governamental (ONG) Socioambiental, que defende povos indígenas, comunidades tradicionais, direitos humanos e meio ambiente para valorizar a diversidade socioambiental.

Num post no twitter a ong alerta:

 

“Tem gente lutando contra a pandemia da , e chorando cada vítima. E tem gente aproveitando para “passar a boiada” e destruir as florestas. !