Depois de arrumar a vacina Sputnik V com Putin, Lula pede em entrevista na CNN Internacional, que presidente norte-americano, Joe Biden, que doe a países mais pobres as vacinas excedentes dos Estados Unidos.

CONFIRA: VÍDEO – Lula diz que não vai negar pedido do PT para concorrer à Presidência

“Eu estou sabendo que os EUA têm vacinas extras e que não vão usar toda essa vacina. E essa vacina, quem sabe, poderia ser doada ao Brasil, ou a outros países, ainda mais pobres, que não poderiam pagar”.

VEJA – Lula dispara e vence Bolsonaro já no primeiro turno, diz pesquisa

Lula falou com jornalista Christiane Amanpour, famosa pela cobertura internacional nos EUA. De São Paulo por videoconferência, Lula também disse que Biden deveria convocar uma reunião do G20, grupo das 20 principais economias do mundo do qual o Brasil faz parte, para falar sobre a vacinação.

O ex-presidente brasileiro disse que não poderia “pedir isso ao Trump”, se referindo ao ex-presidente americano que deixou o cargo em janeiro, mas que Biden é “um respiro de democracia no mundo”. “Uma sugestão que eu gostaria de fazer ao presidente Biden por meio do seu programa é que é muito importante chamar uma reunião do G20 urgentemente”.

“É importante convocar os principais líderes do mundo e colocar na mesa uma questão: vacina, vacina e vacina”, disse. “Eu estou pedindo ao presidente Biden para fazer isso, porque eu não acredito no meu governo. Eu não poderia pedir isso ao Trump, mas Biden é um respiro de democracia no mundo.”

Veja o vídeo.