Com um gol do zagueiro Donato de cabeça, recebendo lançamento preciso de Alan Mineiro, o Colorado volta a final do Goianão, depois de quatro anos de espera, para quebrar o tabuleiro de 16 anos sem levantar a taça de campeão.

Foi ao estilo do Vila Nova: na raça e superação. A equipe da Vila Famosa, jogando na casa do adversário, tinha a desvantagem, pois a Aparecidense jogava pelo empate, mas um gol de Donato, aos 24 minutos do primeiro tempo, escorando de cabeça  o lançamento do maestro Alan Mineiro abriu o caminho para o Vila voltar à final do Goianão.
No segundo tempo, no entanto, a tranquilidade do Tigre acabou: Walisson Maia, que já tinha cartão, tomou o segundo aos 4 minutos da etapa complementar e desfalcou o time, deixando um flanco aberto para o Camaleão.  Mas a equipe colorada manteve a concentração e não se intimidou com a superioridade numérica do adversário, é administrou o resultado para garantir a vitória e a vaga para a final do Goianão.
Retrospecto
O time alvi-rubro chega às finais do Goianão pela 5ª vez neste Século 21 já em seu 21º ano. Em 2001 e 2005 sagrou-se campeão em Final diante do Goiás nas duas oportunidades, sendo a 2ª vez na decisão por pênaltis, perdendo o título em 2004 e 2017 respectivamente para o Crac, em decisão por pênaltis, e o Goiás.
Foi a 1ª derrota da Aparecidense em casa na competição e a 3ª vitória vilanovense fora de casa, a 2ª consecutiva.
Nos quatro confrontos entre as duas equipes no Goianão 2021 vantagem colorada com duas vitórias e dois empates, sendo uma vitória e um empate tanto dentro de seus domínios quanto fora de casa.
A Aparecidense, que é eliminada da Final do Goianão pelo 2º ano seguido, agora fica na expectativa pela classificação do Atlético diante do Grêmio Anápolis na outra semifinal para conquistar vaga na Copa do Brasil de 2022.
O gol único do triunfo colorado foi assinalado pelo zagueiro Rafael Donato, de cabeça, aos 24’ da etapa inicial.
Gol: Rafael Donato (cabeça) 24’ do 1º tempo.
Expulsão: Walisson Maia (VN) 4’ do 2º tempo.
Árbitro: Elmo Resende. Assistentes: Bruno Pires e Márcio Soares.
Renda: portões fechados ao público em função da pandemia do coronavírus.

 

 

com informações da FGF