Bairro faz parte dos 31 que serão totalmente pavimentados até o final do ano.

O Prefeito Iris Rezende (MDB) lançou no final de semana  as obras de pavimentação do Residencial London Park. O início dos serviços foi adiado porque a empresa que venceu a licitação desistiu antes mesmo da assinatura do contrato, com isso, a PavSantos Construtora Ltda, segunda colocada no certame, assumiu a obra.

Equipes da empresa já estão trabalhando no levantamento topográfico e até a próxima quarta-feira começarão as escavações para a execução da rede de drenagem. Os serviços terão início pelas ruas LPK-7, LPK-8 e LPK-9.

O bairro integra a lista dos 31 que serão totalmente pavimentados até o final da gestão.

 

“Eu sei do desconforto que é morar num lugar sem asfalto, por isso invisto na pavimentação, e aqui no Residencial London Park até o final de outubro estaremos com todas as ruas do bairro totalmente asfaltadas”, afirmou o prefeito Iris Rezende.

Segundo o projeto, além da pavimentação de 57.225,85 m², correspondentes a 20 ruas do bairro, a empresa deverá executar serviços de terraplangem, construção de 2.549,37 m de galerias de águas pluviais, lançamento e bacia de contenção, com infraestrutura de bocas de lobo, sarjetas, poços de visita e meios-fios. O projeto contempla também a sinalização horizontal e vertical do setor. A empresa responsável pela obra tem prazo de 120 dias para concluir todos os serviços.

Moradores comemoram

O lançamento das obras deixou a população do setor animada. É o caso da dona Maria de Fátima Araújo, auxiliar de merenda e moradora há quase 14 anos do setor. Ela diz que o asfalto vai melhorar bastante a vida da população e, principalmente, das crianças. “Quando é poeira é difícil, quando é lama também é difícil, então, passando o asfalto nos ajuda bastante”, afirma.

A costureira Patrícia Regina Avelar, há onze anos no setor, se diz confiante que até o final do ano o bairro estará totalmente asfaltado.

“É uma vitória, ter um acesso mais fácil, muitas vezes amigos não vêm aqui com medo de estragar o carro, então é uma grande conquista”, resume.

Para a autônoma Aparecida Damascena dos Santos Cardoso, 12 anos morando no bairro, o asfalto melhora em vários aspectos a vida dos moradores. “A saúde vai melhorar bastante, o meio de transporte também, porque muita gente não tem carro e o uber não sobe aqui, e vai melhorar ainda a segurança e a valorização dos imóveis”, destaca.

A dona de casa Paulina Ferreira Barros, 13 anos morando no setor, também reforça que a pavimentação vai melhorar para toda a população. “A gente vive aqui na poeira e se quiser sair tem de ir lá do outro lado pegar ônibus, agora vai ser uma bênção”. A poeira e o barulho não serão problemas, segundo ela. “A gente aguenta, vai ser passageiro”, diz, animada.