O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, participou neste finslde semana da entrega de 425 escrituras definitivas aos proprietários de imóveis do Jardim do Cerrado I, localizado na região Oeste da capital.

A ação de faz parte do programa Primeira Escritura, criado pela Prefeitura de Goiânia, em 2018, que estabelece novas regras para a política de habitação e regularização fundiária na capital.

Na oportunidade, Iris lembrou da sua preocupação com a moradia das famílias de Goiânia.

 

“Me sinto realizado quando participo de uma reunião que consolida a habitação para família”, disse ao lembrar os conjuntos habitacionais que criou no passado, como a Vila Redenção, Vila Canaã, Vila União e Alvorada.

“Eu entendi muito cedo que o primeiro item para dar dignidade à uma família é a casa própria. Construí vários conjuntos habitacionais para população e hoje Goiânia é a única cidade do Brasil com mais de um milhão e meio de habitantes que não convive com favelas”, acrescentou Iris.

Moradora do bairro há 10 anos, Eliane Aparecida, comemorou o benefício que chega junto com outros benefícios no bairro como o asfalto. ”Uma conquista, uma, vitória, para minha filha e minha neta principalmente, pois agora vou ter tranquilidade”, disse ao receber o documento das mãos do prefeito.

A secretária Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), Zilma Peixoto, acredita que o programa que garante a primeira escritura seja a abertura de portas para outras conquistas. “Momento de nobreza, entregar aquilo que é o maior sonho que é a moradia. Habitação é o maior Pilar da prefeitura. Mesmo na pandemia continuamos realizando sonhos”, discursou.

O programa Primeira Escritura da gestão Iris Rezende já contemplou cerca de 7 mil famílias com a escritura definitiva dos seus imóveis. Até o fim do ano a meta é zerar o estoque de regularização fundiária de cerca de 8 mil imóveis localizados na capital.