Voz embargada, prefeito fez pronunciamento emocionante, informando que dá por encerrada a carreira política de 62 anos, e deixa as novas gerações o destino de governar Goiânia.

Iris anunciou hoje fim de suas atividades na política. Ele que iniciou a carreira em 1958, se elegendo vereador em Goiânia, termina o seu ciclo no quarto mandato de prefeito da Capital.

Num discurso lido, voz embargada, mãos trêmulas, o prefeito desapegou-se daquilo que deu sentido à sua vida: o serviço público à frente do Executivo. Além de quatro mandatos no Paço Municipal, Iris exerceu outros dois no Palácio das Esmeraldas (1982 e 1990), dois ministérios (Agricultura, 1986) e Justiça (1997), um mandato de deputado estadual (1962) e um de senador (1994).

Na sua fala, lembrou as jornadas cívicas pela redemocratização do Brasil, desde a história eleição de 1982 – a primeira eleição direta para governador na ditadura -, quando teve 80% dos votos válidos, e a campanha das Diretas Já, que teve em Goiânia, em 1984, o maior comício até então, reunindo 500 mil pessoas na Praça Cívica (lembrando que naquela época Goiânia tinha cerca de 700 mil habitantes).

 

 

Veja o vídeo com a íntegra do pronunciamento:

O discurso de Iris