Celso Galvão é a estrela da edição especial do do Projeto Musical Vila Ope­rária Casablanca Seis e Meia, no Empório Casablanca, nesta quarta-feira, 9 de outubro de 2019, em Goiânia.

 

Legendas das fotografias:

1 – Celso Galvão

2 – Iza Valentim

3 – Brenda Valentim

4 – Itamar Correia

 

Renato Dias

A edição desta quarta-feira, 9 de outubro de 2019, o mesmo dia da morte, na Bolívia, de Ernesto Guevara de La Serna, El Che, argentino e revolucionário internacionalista, que der­rubou a ditadura de Fulgencio Batista, em Cuba, aliado dos EUA, do Projeto Musical Vila Ope­rária Casablanca Seis e Meia, no Empório Casablanca, em Goiânia, 18h30, é com o cantor e compositor, sempre acompanhado de sua gaita, de madeixas e barbas grisalhas, Celso Galvão. A produção artística tem a assinatura de Iza Valentim. A organização geral é do velho cancio­neiro de protesto, desde a ditadura civil e militar [´1964-1985], Itamar Correia Viana Filho.

Folk dos EUA

Iza Valentim

Sob a influência do folk americano, Celso Galvão reinventa a Música Popular Brasileira [MPB], abre novas fronteiras para o Pop e rock nacionais,faz releituras especiais de clássicos do Brasil e internacional. Até latino-americano. Inventivo e multifacetado, ele é personagem cultuado no Sudeste do País.

Radicado em Goiânia, exerce protagonismo no cenário musical e estético de Goiânia e Anápolis, a Manchester Goiana. O show deve ter duas horas de duração. Para exorcizar o stress, sacudir o esqueleto, curtir o que há de bom no som produzido nas Terras Goyazes e beliscar as delícias gastronômicas do point localizado em frente à Vila Cultural.

 

Itamar Correia

Serviço

Show: Musical

Artista: Celso Galvão

Data: Nesta quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Horário: 18h30 às 21h

Local: Empório Casablanca

Produção artística: Iza Valentim. Uma mulher bela, cult, gauche & radical

Presença: Da dançarina Brenda Valentim

Local: Rua 3, centro, quase esquina com a Avenida Tocantins e em frente à Vila Cultural Cora Coralina

Avaliação crítica: imperdível