O jornalista Miguel do Rosário, no site O Cafezinho analisa a pesquisa Ibope que  foi realizada entre os dias 18 e 22 de outubro. PSL e Bolsonaro em queda. PT recupera posições. Foram 2002 entrevistas pessoais.

Miguel separou alguns paineis para comentá-los. Confira:

Primeiramente, vamos listar os principais fatos relativos ao potencial e rejeição de voto do PSL, cujo número é o 17:

  • 50% dos entrevistados responderam que não votariam “de jeito nenhum” no PSL. Essa é uma rejeição altíssima para um partido que acabou de ganhar uma eleição presidencial.
  • A rejeição maior ao PSL se concentra entre os mais pobres, com renda familiar até 1 salário, entre os quais 55% responderam que não votariam “de jeito nenhum” em Jair Bolsonaro.
  • A rejeição ao PSL nas capitais é de 55%; nas periferias, de 52%, e no interior, de 48%.
  • Entre pessoas com mais de 55 anos, a rejeição ao PSL atingiu 55%.

íntegra da pesquisa pode ser baixada aqui.

 

Leia a íntegra da matéria no Cafezinho.

Análise: Ibope divulga pesquisa de rejeição e potencial de voto de PSL e PT