Deputado estadual diz que a  ideia é consolidar a excelência de gestão nos serviços de regulação, descen­tralização e regionalização na área, no Estado de Goiás, explica o médico e parlamentar.

Renato Dias

Reinvenção na área de Saúde Pública. É o que propõe o médico, presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, Gustavo Sebba. O Estado deveria prestar serviços de excelência, observa. A experiência de gestão com as Organizações Sociais, como a do CRER, por exemplo, constituem exemplos de sucesso, pontua o deputado estadual.

– Apesar dos avanços, é preciso melhorar ainda mais os serviços de regulação, descentralização e regionalização.

O parlamentar lamenta os índices de violência apresentados em Goiás. Saída é investir na infraestrutura da Segurança Pública, nos salários da PM e da PC, assim como na aquisição de equipamentos modernos e de viaturas, e intensificação do trabalho de inteligência, pre­ventivo, para impedir que o crime ocorra, destaca o estudioso do tema no Estado de Goiás.

Goiás aparece, hoje, no terceiro lugar, no ranking nacional, em feminicídios. Inaceitável. É fundamental criar uma rede proteção às mulheres”, diz o deputado.

Plantas industriais

Já no exercício do segundo mandato, ele defende a modernização do Estado. Mais: admite que a sus­­pensão dos benefícios fiscais poderá levar empresas instaladas no Parque Industrial de Goiás a transferirem as suas unidades e plantas industriais para o Distrito Federal, Minas Ge­rais e até São Paulo. Como a Mitsubitch, de Catalão, e até o Laticínios Piracanjuba, Bela Vista.

– O que provocará desemprego, desalento, crise econômica, social, miséria extrema. Em tempos de recessão econômica e de queda do Produto Interno Bruto, o PIB Nacional.