Alunos do Colégio Ideal, do Parque Primavera entregam ao prefeito o projeto “O Bairro Ideal que Sonhamos” , onde oferecem sugestões de melhorias no bairro onde moram e na escola em que estudam.

 

O ex-governador de Minas Gerais e ex-presidente da República Tancredo Neves sábio e um frasista de mão cheia. Uma delas ficaria famosa. Perguntado sobre o que era mais importante na politica, falar ou ouvir. Ele disse: “estou rouco de tanto ouvir”. O prefeito Gustavo Mendanha (MDB) parece que segue este conselho e destinou sua agenda para ouvir estudantes do Colégio Ideal, do Parque Primavera. Os alunos foram recebidos na prefeitura de Aparecida de Goiânia dentro do projeto Pequeno Cidadão.

Gustavo se reuniu com 28 alunos do jardim I ao 9º ano do Colégio Ideal,  que durante o  encontro apresentaram o projeto “O Bairro Ideal que Sonhamos”.  A apresentação foi realizada por Nicolas Martins Silva de 13 anos.

“Nosso projeto contempla as melhorias que queremos para o bairro da nossa escola. O nosso bairro foi todo asfaltado, mas pedi ao prefeito que a sinalização de trânsito seja melhorada”, disse o estudante do 8º ano.

O prefeito se comprometeu em dar andamento nas demandas apresentadas pelos alunos e explicou sobre direitos e deveres dos cidadãos. Gustavo revelou ainda quanto o Município gasta apenas com recolhimento de entulho causando surpresa nas crianças.

“Hoje nós precisamos que os moradores contribuam com nossa cidade. O que poderíamos economizar se não tivemos que coletar o entulho das áreas públicas e lotes baldios, daria para construir mais praças em nossa cidade. Por isso, é importante que todos tenham consciência”, disse Gustavo aos estudantes.

A agenda foi encerrada com uma visita ao gabinete do prefeito onde os alunos puderam conhecer o espaço onde são tomadas importantes decisões para o desenvolvimento de Aparecida.

Tancredo também dizia que “a  cidadania não é atitude passiva, mas ação permanente, em favor da comunidade.“  Ao ouvir jovens que serão o futuro de Aparecida de Goiânia, o prefeito Gustavo Mendanha contribui para incutir nos jovens o espírito republicano, naquilo que  significa a palavra república: “zelo, cuidado com a coisa pública”.