Enquanto o presidente Bolsonaro ataca o principal parceiro comercial do Brasil, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha aposta na geração de empregos no município e vai a Curitiba apresentar o projeto da Cidade Digital  a convite da gigante chinesa das telecomunicações Huawei

A China é o principal parceiro comercial do Brasil. No ano passado os chineses compraram US$ 58 bilhões em produtos brasileiros, o que representou 30% de tudo o que o país vendeu para o mundo. Para se ter uma ideia os Estados Unidos são o segundo maior comprador de produtores brasileiros, com 15,8% e a Argentina o terceiro, representando 9,8% dos destinos de vendas do país. O  prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB) está ciente disto, e por isto viaja nesta quinta-feira, para Curitiba, atendendo convite do maior produtor de produtos de telecomunicações do mundo, a gigante chinesa Huaewei. Na capital paranaense, Gustavo Mendanha vai vai participar do congresso Expo Smarty City Curitiba 2019,  evento reúne as mais recentes inovações tecnológicas e soluções urbanas inteligentes.

Gustavo Medanha vai aproveitar a presença de uma platéia seleta, composta composta de empresários de todo o mundo, para apresentar o projeto Cidade Digital que tem como objetivo adotar ações eficazes para construir uma cidade conectada. Com sede em Shenzhen, na China. a Huawei está na linha de frente para produção da tecnologia 5 G, que promete revolucionar as telecomunicações no planeta.  A quinta geração de internet móvel, 5G, pode ser lançada no ano que vem em alguns países. E promete velocidade de download 10 a 20 vezes mais rápida do que temos hoje. Isto vai criar inúmeras facilidades nas áreas de educação, saúde, transporte.

“Será um congresso para troca de conhecimento e experiências sobre as soluções urbanas inteligentes e uso de tecnologias avançadas, que estão contribuindo para o desenvolvimento das cidades”, aposta Gustavo.

Evento

O Congresso, que acontecerá nos dias 21 e 22 de março, é uma imersão para gestores que buscam conhecer e aprofundar nas discussões sobre os conceitos de cidades inteligentes. O executivo da Huawei, Ricardo Carrion Mansano, será um dos palestrantes do evento. Os temas que serão abordados são: “Tecnologias para cidades inteligentes”, “Cidades Criativas, Sustentáveis e Humanas”, “Governança em Cidades Digitais”, “Planejando Cidades Inovadores e Inclusivas”. O encontro permitirá aos congressistas a troca de conhecimento, apresentação de projetos e oportunidades de negócio.

Cidade Digital 

O projeto já está em fase de execução e busca realizar ações eficazes na construção de uma cidade conectada, universalizando todos os setores da administração pública e da sociedade, resultando em uma maior eficiência da gestão pública e melhor prestação de serviço de Educação, Saúde, Segurança, Meio Ambiente, Serviço Social, Trabalho e Renda, gerando desenvolvimento econômico e social para o município.

A fase inicial do Cidade Digital em Aparecida abrange 4 ações principais: a instalação de 540 km de fibra óptica, a ampliação do videomonitoramento da cidade com aquisição de 600 câmeras com olhos de águia com reconhecimento facial e de placas, implantação de 200 pontos de acesso livre e gratuito à Internet, e contratação de um data center próprio para o controle de gastos públicos. O investimento será de R$ 56 milhões.

A administração pública está cada vez mais atenta em colocar os cidadãos como participantes do projeto, não apenas como alvo, mas também como agentes. O objetivo é desenvolver serviços inteligentes que correspondam todas as necessidades de Aparecida. Parte dos equipamentos do programa Cidade Digital serão adquiridos da empresa chinesa Huawei, vencedora da licitação. Tudo isso resulta em soluções urbanas inteligentes para cidadãos inteligentes. (Com informações da Secom)