O prefeito Gustavo Mendanha (MDB) deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Mônica, a qual estava internado na noite do dia 26/02 (domingo). Ele informa que deve ficar internado por pelo menos mais uma semana. Seu estado é regular e ainda inspira cuidados.

Gustavo  foi diagnosticado com uma trombose venosa. O quadro de trombose venosa foi identificado pelo Dr. Francisco, que chefia esta ala do hospital. O prefeito foi submetido a medicação para que houvesse a descoagulação da trombose e na sequência foi encaminhado para UTI onde passou os últimos cinco dias. A tendência é que ele continue em tratyamento pelos próximos 20 dias, continuando internado até o final deste semana, podendo ser liberado para continuar o tratamento em casa na próxima segunda-feira.

Com sobriedade, Gustavo Mendanha (MDB) desmentiu boatos de que teria contraído o corona vírus por conta de sua viagem à China. Acontece que o prefeito esteve na China no dia 12 de setembro em Xangai, para participar Huawi Connect 2019, evento realizado pela empresa fabricante de celulares. Vale ressaltar que o surto do coronavirus só veio a ocorrer no final do mês de janeiro na província de Wuhan, que fica a 837 km de distância.

 

Mensagem do prefeito:

“Faço questão de mostrar a todos que infelizmente tem pessoas maldosas porque estive na China e contraí o corona virus, ou porque fiz uma (cirugia) bariátrica, teria tido problemas mas sérios, mas vocês podem ver (pela imagem) que não tenho nenhum corte. Mas de toda sorte meu problema é sério e exige cuidados. Estou sendo medicado desde a terça-feira, meu estado é regular, ficarei aqui nos próximos dias, e espero retornar no final de semana, onde ainda não retornarei às atividades diárias, mas poderei ficar junto aos meus filhos e a minha esposa.

Quero agradecer a toda equipe médica do Hospital Santa Mônica, desde o dr. Francisco, o Dr. Raicon, dr. Alisson, assim como a todos os enfermeiros e membros da equipe do hospital. Todos me trataram com muito carinho,, com muito respeito. Minha solidariedade àqueles que estão aqui em tratamento. Isto aumenta a minha responsabilidade ao ver como as pessoas sofrem quando estão em tratamento de saúde.  Sei que tenho feito com esmero o investimento em saúde (em Aparecida), estou com a consciência tranquila, mas podem ter certeza de que aumenta a minha responsabilidade e o meu senso crítico para ajudar o meu povo.

Quero agradecer as visitas, e aqueles que também não  conseguiram entrar mas deixaram suas mensagens e preces. Agradeço aos pastores, aos padres e a todos vocês, em especial à minha família, minha esposa, meus filos meus pais, meus irmãos. Minha esposa Mayara esteve todo o tempo ao meu lado, tendo ficado todos os dias na UTI comigo. Agradeço o carinho de todos e peço que continuem com as orações, para que no mais breve tempo possível eu esteja restabelecido para poder continuar trabalhando por todos vocês”.

 

O que é trombose venosa:

A trombose ocorre quando há formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias grandes das pernas e das coxas. Esse coágulo bloqueia o fluxo de sangue e causa inchaço e dor na região. O problema maior é quando um coágulo se desprende e se movimenta na corrente sanguínea, em um processo chamado de embolia. Uma embolia pode ficar presa no cérebro, nos pulmões, no coração ou em outra área, levando a lesões graves.

A trombose ocorre, geralmente, após cirurgia, corte ou falta de movimento por muito tempo, sendo mais frequente após procedimentos cirúrgicos ortopédicos, oncológicos e ginecológicos. Apesar de ser um problema que geralmente afeta mais mulheres, homens também podem ter trombose. Em números, quando é avaliada apenas a faixa entre 20 a 40 anos, a incidência de trombose é um pouco maior nas mulheres pela maior exposição a fatores de risco, como anticoncepcionais e gestações.