Nos próximos dias, o Brasil recebe um fenômeno meteorológico que atinge todo o território com uma grande massa de ar frio e manifestações de chuvas, granizo, frio e até neve em diferentes regiões.

Goiás, como a maior parte do Centro-Sul do país, deve ter queda intensa na temperatura neste fim de semana. Uma frente fria de massa de ar polar vinda da Argentina vai derrubar os termômetros. Na capital, por exemplo, o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) prevê mínima de 6ºC.

Segundo o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo), os efeitos poderão ser sentidos a partir desta quinta-feira (20).

No Sudoeste, a mínima já baixa pra 13ºC na quinta, em Rio Verde. A cidade terá 5°C na sexta e chega a 0ºC no sábado. A máxima nesse dia não passa de 25ºC.

Em Goiânia, a sexta-feira terá mínima de 13ºC e máxima de 26ºC. No sábado, a temperatura deve ariar entre 6ºC e 27ºC. Em Anápolis, também na região central, a mínima fica em 8ºC no fim de semana. No sul do estado, em Itumbiara, a mínima também será de 6°C.

Em Jataí, uma das cidades costumeiramente mais frias de Goiás, os termômetrso devem marcar -1ºC, segundo o CPTEC. No sábado, a máxima não passa de 24ºC. No domingo, a mínima é de 2ºC. Em Chapadão do Céu, na divisão com o Mato Grosso do Sul, a mínima do fim de semana é de 3ºC.

A frente fria pode causar neve nos três estados do Sul (RS, SC, PR) e também em São Paulo

Além disso, vai haver a queda de temperaturas não só no Sul e Sudeste mas também no Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), essa é a terceira vez que o fenômeno ocorre no Brasil este ano, mas a primeira com tamanha intensidade e abrangência.

Chuvas

A chegada da massa de ar frio vai causar fortes chuvas na maior parte do país, de acordo com o Inmet. Isso acontece por meio de um encontro de massas de ar com características diferentes, como de temperatura – uma mais fria com uma mais quente -, carregado com nuvens de chuva do Mato Grosso do Sul até Santa Catarina.

No estado do Rio de Janeiro, o fenômeno causa ventos costeiros em todo litoral com alerta amarelo do Inmet nesta quarta-feira (19). Na capital, a massa de ar frio ainda pode provocar chuvas fracas a moderadas em pontos isolados. O ápice do clima gelado deve ser sentido pelos cariocas no próximo sábado (22), quando a máxima deve chegar a 19ºC e a mínima de 15ºC, segundo Alerta Rio.

Com informações do BdF Rio de Janeiro