De acordo com a rede norte-americana de televisão, uma empresa biofarmacêutica da Califórnia afirma ter descoberto um anticorpo que poderia proteger o corpo humano do  coronavírus  e liberá-lo do sistema de uma pessoa em quatro dias.

Segundo a matéria da Fox News,  a Sorrento Therapeutics anunciou a descoberta do anticorpo STI-1499, que a empresa de San Diego disse que pode fornecer “100% de inibição” do COVID-19, acrescentando que um tratamento poderá estar disponível meses antes da vacina chegar ao mercado.

“Queremos enfatizar que existe uma cura. Existe uma solução que funciona 100%”, disse à Fox News o Dr. Henry Ji, fundador e CEO da Sorrento Therapeutics. “Se tivermos o anticorpo neutralizante em seu corpo, você não precisará do distanciamento social. Você pode abrir uma sociedade sem medo”.

As indústrias de assistência médica e farmacêutica têm se esforçado para desenvolver vacinas viáveis ​​e tratamentos com anticorpos, já que o número de mortes relacionadas ao COVID-19 deve atingir 100.000 nos Estados Unidos em 1 de junho.

Os cientistas teriam estudado bilhões de anticorpos, dos quais várias centenas foram considerados potencialmente capazes de agir contra o coronavírus e uma dúzia deles podendo mesmo bloquear a capacidade do vírus de se ligar à enzima humana ACE2, que é o receptor que este geralmente usa para se fixar em células humanas.

A empresa biofarmacêutica da Califórnia, Sorrento Therapeutics, afirma ter descoberto um anticorpo que poderia proteger o corpo do coronavírus e liberá-lo do sistema de uma pessoa em quatro dias. (Cortesia de Sorrento Therapeutics)

Anticorpo STI-1499

O anticorpo, batizado de STI-1499, “se envolve em torno do vírus e o expulsa do corpo”, prosseguiu Henry Ji, pois quando o anticorpo impede a penetração em uma célula humana, o vírus não consegue sobreviver.

Leia  a matéria completa na Fox News clicando AQUI