A mãe do ex-deputado federal Roberto Balestra, Dona Garcita exerceu forte influência em toda família.

Dona Garcita Soyer Balestra teve 11 filhos, 28 netos, 36 bisnetos e 6 tataranetos.

Os ex-governadores Marconi Perillo (PSDB) e José Éliton (PSDB) lamentaram o óbito.

Dona Garcita foi minha aliada incondicional e, dela, guardarei as melhores lembranças. Aos amigos queridos, deputado federal Roberto Balestra e Bete, filhos, netos e familiares de dona Garcita, nossa mais sincera e sentida solidariedade”, disse Marconi.

“A Fabrina e eu lamentamos, profundamente, o falecimento de Dona Garcita Balestra, que inspirou, pelo exemplo, muitas mulheres em Goiás. Nossos sinceros pêsames a todos os familiares de Dona Garcita, aos amigos e admiradores desta mulher que nos deixa um grande legado”, lamentou Éliton.

Várias lideranças políticas de Inhumas, onde Dona Garcita exerceu sua influência política prestaram os sentimentos à família, entre eles o ex-deputado estadual Nédio Leite, o ex-prefeito de Inhumas, Abelardo Vaz, além varias lideranças de quase todo o estado, como o senador Vanderlan Cardoso:

“Meus sentimentos ao ex-deputado Roberto Balestra, que perdeu hoje sua mãe Dona Garcita. Todos sabem que ela era uma líder nata e ensinou isso aos filhos. Deus conforte toda a família.

Roberto Balestra foi deputado federal por nove mandatos, desde a Constituição (1987-1990), até sua última legislatura em 2014.

Ele sempre salientou que sua atividade parlamentar no exemplo deixado pelos pais, Nélio Egídio Balesta (já falecido) e Garcita Soyer Balestra.