Ciência mostra que o dito “tratamento precoce” proposto pelo presidente está aumentado o número de mortes da covid-19.

Do Jornal GGN 

O uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19 está relacionado a uma mortalidade maior, e que não existem benefícios no caso da cloroquina. A informação consta em metanálise publicada na revista científica britânica “Nature” nesta quinta-feira.

“Nós descobrimos que tratamento com hidroxicloroquina é associado com aumento da mortalidade de pacientes com Covid-19, e não há benefício da cloroquina”, afirma a pesquisa, que foi assinada por 94 cientistas e analisou colaborativamente 28 ensaios clínicos publicados ou não, nos quais participaram 10.319 pacientes. O estudo foi recebido em 02 de outubro de 2020, e aceita no último dia 15 de março.

“Profissionais médicos ao redor do mundo são encorajados a informar pacientes sobre esta evidência”, dizem os pesquisadores, ressaltando a existência de maior risco no uso da hidroxicloroquina em aumentar o tempo de internação e favorecer a progressão do uso de ventilação mecânica invasiva nos pacientes. As informações são do jornal O Globo.